6 results

Baço acessório intrapancreático

Marcelo Protásio dos Santos, Aline Pacheco de Rezende, Paulo Vicente dos Santos Filho, José Eduardo Gonçalves, Fernando Bray Beraldo, Adriano Pereira Sampaio

DOI: 10.1590/S1679-45082017RC3942

RESUMO Mulher de 79 anos, com achado incidental em ultrassonografia de abdome de lesão sólida em cauda de pâncreas. Em ressonância magnética, foi confirmada lesão de 12mm. Foi aventada a hipótese diagnóstica de tumor neuroendócrino não secretor, sendo realizada pancreatectomia distal laparoscópica. Em estudo anatomopatológico, diagnosticou-se tecido esplênico, configurando baço acessório intrapancreático. Este tipo de manifestação topográfica de baço é rara, mas deve fazer parte dos diagnósticos diferenciais em tumores sólidos do pâncreas.

Diagnóstico diferencial de fluorose dentária por discentes de odontologia

Lilian Rigo, Leodinei Lodi, Raíssa Rigo Garbin

DOI: 10.1590/S1679-45082015AO3472

RESUMOObjetivoVerificar o conhecimento de discentes de um curso de graduação em Odontologia ao diagnosticar casos de fluorose dentária nos diversos graus de severidade, bem como escolher seu tratamento adequado.Métodos O levantamento dos dados foi realizado por meio um questionário semiestruturado, que abordou o conhecimento dos acadêmicos sobre as imagens de bocas contendo alterações do esmalte dentário.Resultados Apenas três imagens foram diagnosticadas corretamente pela maioria dos acadêmicos; a maior dificuldade foi o diagnóstico da severidade da fluorose dentária.Conclusão Apesar das informações […]

Extensa linfadenite cervical mimetizando adenite bacteriana como primeira manifestação da doença de Kawasaki

Felipe de Souza Rossi, Marco Felipe Castro da Silva, Kátia Tomie Kozu, Luís Fernando Aranha Camargo, Flávia Feijó Panico Rossi, Clovis Artur Silva, [...]

DOI: 10.1590/S1679-45082015RC2987

Adenite cervical >1,5cm é o critério menos frequentemente observado em pacientes com doença de Kawasaki e manifesta-se habitualmente em associação com os demais sintomas da fase aguda. Entretanto, linfadenite febril isolada com intensos sinais flogísticos e flegmão é raramente observada como primeira manifestação da doença de Kawasaki. Assim, relatou-se aqui um caso de uma criança que apresentou linfadenite cervical com celulite adjacente e flegmão mimetizando adenite bacteriana como primeira manifestação da doença de Kawasaki. Paciente previamente hígido, 7 anos, masculino, […]

Doença cística adventicial da artéria poplítea: causa infrequente de claudicação intermitente

Paulo Kauffman, Sergio Kuzniec, Roberto Sacilotto, Marcelo Passos Teivelis, Nelson Wolosker, Adriano Tachibana

DOI: 10.1590/s1679-45082014rc2818

A claudicação intermitente está frequentemente associada à doença aterosclerótica, mas diagnósticos diferenciais devem ser pesquisados em pacientes sem fatores de risco tradicionais. A doença cística adventicial, de etiologia incerta, acomete em maior proporção a artéria poplítea e, eventualmente, apresenta-se como claudicação intermitente. Apresentamos um caso da doença e seu manejo cirúrgico, e discutimos a etiopatogenia, os aspectos diagnósticos e terapêuticos da enfermidade.

Ultrassonografia transcraniana na doença de Parkinson

Edson Bor-Seng-Shu, José Luiz Pedroso, Daniel Ciampi de Andrade, Orlando Graziani Povoas Barsottini, Luiz Augusto Franco de Andrade, Egberto Reis Barbosa, [...]

DOI: 10.1590/S1679-45082012000200022

A ultrassonografia transcraniana tem se tornado ferramenta útil no diagnóstico diferencial das síndromes parkinsonianas. Trata-se de um método não invasivo e de baixo custo. O principal achado da ultrassonografia transcraniana em pacientes com doença de Parkinson idiopática é o aumento da ecogenicidade, ou hiperecogenicidade, na região da substância negra mesencefálica, presente em mais de 90% dos casos, o que reflete disfunção da via dopaminérgica nigroestriatal. O presente trabalho abordou como a hiperecogenicidade da substância negra pode auxiliar no diagnóstico diferencial […]

Meningoencefalite associada ao Mycoplasma pneumoniae

Isabella Batista de Lalibera, Guilherme de Abreu Silveira, Ricardo Katsuya Toma, Jack Yung Kuo, Eduardo Juan Troster

DOI: 10.1590/S1679-45082012000100021

Este relato de caso descreve uma criança com menignoencefalite de etiologia atípica. A paciente desenvolveu a doença após infecção de vias aéreas superiores, com evolução desfavorável. Houve recuperação clínica somente após introdução de antibioticoterapia adequada para o agente etiológico.