einstein (São Paulo). 01/dez/2015;13(4):547-54.

Diagnóstico diferencial de fluorose dentária por discentes de odontologia

Lilian Rigo, Leodinei Lodi, Raíssa Rigo Garbin

DOI: 10.1590/S1679-45082015AO3472

RESUMO
Objetivo
Verificar o conhecimento de discentes de um curso de graduação em Odontologia ao diagnosticar casos de fluorose dentária nos diversos graus de severidade, bem como escolher seu tratamento adequado.
Métodos
O levantamento dos dados foi realizado por meio um questionário semiestruturado, que abordou o conhecimento dos acadêmicos sobre as imagens de bocas contendo alterações do esmalte dentário.
Resultados
Apenas três imagens foram diagnosticadas corretamente pela maioria dos acadêmicos; a maior dificuldade foi o diagnóstico da severidade da fluorose dentária.
Conclusão
Apesar das informações sobre fluorose repassadas no decorrer do curso de Odontologia, definidas pelos conteúdos abordados na matriz curricular, expressiva parte dos alunos ainda não soube diferenciá-la de outras lesões, não demonstrando domínio sobre a severidade e as indicações de tratamento, o que indicou desconhecimento no diagnóstico correto das alterações de superfície de esmalte.

Diagnóstico diferencial de fluorose dentária por discentes de odontologia

415

Comentários