12 results

Escores TISS-28 versus NEMS para dimensionar a equipe de enfermagem em unidade de terapia intensiva pediátrica

Kelly Dayane Stochero Velozo, Pedro Celiny Ramos Garcia, Jefferson Pedro Piva, Humberto Holmer Fiori, Daiane Drescher Cabral, Paulo Roberto Einloft, [...]

DOI: 10.1590/S1679-45082017AO4028

RESUMO Objetivo: Estimar a carga de trabalho e dimensionar a equipe de enfermagem utilizando as escalas TISS-28 e NEMS em uma unidade de terapia intensiva pediátrica. Métodos: Estudo prospectivo observacional com abordagem quantitativa, realizado na unidade de terapia intensiva pediátrica de um hospital universitário, no período de 1o de janeiro de 2009 a 31 de dezembro de 2009. Foram incluídas todas as crianças que permaneceram internadas por mais de 8 horas, com duração de internação de 4 horas em caso […]

Suporte ventilatório e tempo de hospitalização após transplante hepático em cirróticos com síndrome hepatopulmonar

José Leonardo Faustini Pereira, Lucas Homercher Galant, Eduardo Garcia, Luis Henrique Telles da Rosa, Ajácio Bandeira de Mello Brandão, Cláudio Augusto Marroni

DOI: 10.1590/S1679-45082017AO4081

RESUMO Objetivo Comparar tempo de ventilação mecânica, necessidade de uso de ventilação não invasiva, tempo de permanência na unidade de terapia intensiva e tempo de hospitalização após transplante hepático em cirróticos com e sem diagnóstico de síndrome hepatopulmonar. Métodos Estudo de coorte prospectiva com amostra de conveniência composta por 178 pacientes (92 com síndrome hepatopulmonar) com diagnóstico de cirrose por álcool ou pelo vírus da hepatite C. A análise estatística foi realizada por meio do teste Kolmogorov-Smirnov e do teste […]

Fatores de risco para mortalidade em traqueobronquite associada à ventilação mecânica: estudo caso-controle

Leonilda Giani Pontes, Fernando Gatti de Menezes, Priscila Gonçalves, Alexandra do Rosário Toniolo, Claudia Vallone Silva, Julia Yaeko Kawagoe, [...]

DOI: 10.1590/S1679-45082017AO3865

RESUMO Objetivo Descrever as características microbiológicas e avaliar os fatores de risco para mortalidade na traqueobronquite associada à ventilação mecânica em um estudo caso-controle de pacientes de terapia intensiva. Métodos Estudo realizado ao longo de 6 anos em uma unidade de terapia intensiva médico-cirúrgica de 40 leitos, em um hospital privado e de nível terciário em São Paulo, Brasil. O Grupo Caso foi identificado usando o banco de dados da Comissão de Controle de Infecção Hospitalar. O Grupo Controle foi […]

Estratégias para uso adequado de antibioticoterapia em unidade de terapia intensiva

Camila Delfino Ribeiro da Silva, Moacyr Silva Júnior

DOI: 10.1590/S1679-45082015RW3145

O consumo de antibióticos é elevado, principalmente nas unidades de terapia intensiva. Infelizmente, a maior parte desse uso é inadequado e favorece o aumento de bactérias multirresistentes. Sabe-se que a terapia empírica inicial de amplo espectro diminui a mortalidade, porém o uso prolongado e irracional dos antimicrobianos, além da multirresistência, pode elevar o risco de toxicidade, de interações medicamentosas e de diarreia por Clostridium difficile. Algumas estratégias para o uso racional de antimicrobianos incluem evitar tratamento de colonização, descalonamento, monitorização […]

Cuidados bucais e pneumonia nosocomial: revisão sistemática

Maria Carolina Nunes Vilela, Gustavo Zanna Ferreira, Paulo Sérgio da Silva Santos, Nathalie Pepe Medeiros de Rezende

DOI: 10.1590/S1679-45082015RW2980

Apresentar revisão sistemática da literatura sobre o controle do biofilme bucal e a incidência da pneumonia nosocomial, avaliando e classificando os estudos quanto ao grau de recomendação e ao nível de evidência científica. A revisão foi realizada nas bases PubMed, LILACS e Scopus, de 1o de janeiro de 2000 até 31 de dezembro de 2012. Foram selecionados os estudos que avaliaram os cuidados com higiene bucal relacionando-os com infecções nosocomiais em paciente internados em unidades de terapia intensiva, seguindo os […]

Devemos tratar febre em doentes graves? Resumo da evidência atual de três ensaios clínicos randomizados

Ary Serpa Neto, Victor Galvão Moura Pereira, Giancarlo Colombo, Farah Christina de la Cruz Scarin, Camila Menezes Souza Pessoa, Leonardo Lima Rocha

DOI: 10.1590/S1679-45082014RW2785

A febre é uma resposta não específica a vários tipos de insultos, de origem infecciosa ou não, e sua importância em doenças continua a ser um enigma. Nosso objetivo foi resumir a evidência atual para o uso de antipiréticos em pacientes graves. Foram realizadas revisão sistemática e meta-análise de publicações entre 1966 e 2013. As bases de dados MEDLINE e CENTRAL foram pesquisadas para estudos sobre antipirese em pacientes graves. A meta-análise restringiu-se a ensaios clínicos randomizados em humanos adultos; […]

Adequação dos parâmetros de oxigenação em idosos submetidos à ventilação mecânica

Luana Petruccio Cabral Monteiro Guedes, Fabrício Costa Delfino, Flavia Perassa de Faria, Gislane Ferreira de Melo, Gustavo de Azevedo Carvalho

DOI: 10.1590/S1679-45082013000400011

Objetivo:Comparar a PaO2 ideal com a encontrada, a PaO2 ideal/FiO2 ambiente com a encontrada e a FiO2 ideal e encontrada em idosos ventilados mecanicamente.MÉTODOS:Estudo transversal, no qual foram avaliados os idosos ventilados mecanicamente por no mínimo 72 horas e que tiveram três gasometrias seguidas.RESULTADOS:Compuseram a amostra 48 idosos, com média de idade de 74,77±9,36 anos. Houve diferença significativa entre a PaO2 ideal e a encontrada (p

O nível sérico de Fas solúvel é preditor da necessidade de transfusão de hemácias em pacientes gravemente enfermos

Ilana Levy Korkes, Gustavo Schvartsman, Ilson Jorge Lizuka, Beata Marie Quinto, Maria Aparecida Dalboni, Maria Eugênia Canziani, [...]

DOI: 10.1590/S1679-45082013000400012

Objetivo:Investigar a relação entre a transfusão de hemácias e os níveis séricos de Fas solúvel, eritropoietina e citocinas inflamatórias em pacientes gravemente enfermos, com e sem insuficiência renal aguda.MÉTODOS:Os seguintes grupos foram estudados: pacientes gravemente enfermos com insuficiência renal aguda (n=30) e sem insuficiência renal aguda (n=13), pacientes portadores de doença renal crônica terminal em hemodiálise (n=25) e indivíduos saudáveis (n=21). Os níveis séricos de Fas solúvel, eritropoietina, interleucina 6, interleucina 10 e ferro, além da concentração de hemoglobina e […]

Influenza pandêmica A/H1N1: análise comparativa de alterações histopatológicas pulmonares

Roberta Marchiori, Carla Sakuma de Oliveira Bredt, Marcos Menezes Freitas de Campos, Fábio Negretti, Péricles Almeida Delfino Duarte

DOI: 10.1590/S1679-45082012000300009

Objetivo:Analisar as alterações histológicas pulmonares de quatro casos fatais de influenza pandêmica H1N1, correlacionando-os a características clínico-epidemiológicas.MÉTODOS:Estudo retrospectivo e descritivo de dados de prontuários de quatro pacientes que faleceram por influenza H1N1 na Unidade de Terapia Intensiva de um hospital universitário, em 2009. Os pacientes haviam sido submetidos a aspirado de nasofaringe e as amostras foram analisadas pelo método de reação em cadeia da polimerase em tempo real. Biópsia pulmonar foi realizada no dia do óbito; um escore de intensidade […]

O perfil epidemiológico do Centro de Terapia Intensiva Pediátrico do Hospital Israelita Albert Einstein

Camila Sanches Lanetzki, Carlos Augusto Cardim de Oliveira, Lital Moro Bass, Sulim Abramovici, Eduardo Juan Troster

DOI: 10.1590/S1679-45082012000100005

Objetivo:Traçar o perfil epidemiológico de pacientes admitidos no Centro de Terapia Intensiva Pediátrico do Hospital Israelita Albert Einstein no período de 1 ano.MÉTODOS:Os dados foram coletados retrospectivamente de todos pacientes admitidos no Centro de Terapia Intensiva Pediátrico durante o ano de 2009. A extração dos dados contidos nos 433 prontuários revisados foi realizada do sistema DATAMARTS e analisada com o programa estatístico STATA, versão 11.RESULTADOS:Não houve diferença significativa para gênero, e a faixa etária predominante foi de 1 a 4 […]

1 2