116 results

Feto vivo dentro da bexiga urinária: relato de caso

Úrsula Trovato Gomez ORCID logo , Pedro Paulo Pereira ORCID logo , Fábio Roberto Cabar ORCID logo , José Luiz Borges de Mesquita, Rossana Pulcineli Vieira Francisco ORCID logo

DOI: 10.31744/einstein_journal/2019RC4570

RESUMO A fístula vesicouterina é uma condição rara. Sua incidência, no entanto, vem aumentando, devido à maior incidência de cesáreas. A presença de feto vivo dentro da bexiga por meio de uma fístula vesicouterina constutui situação extremamente rara. Relatamos o caso de uma mulher com duas cesarianas anteriores encaminhada para o hospital devido à dor pélvica leve e sangramento genital. Na hospitalização, o exame físico estava normal. A ultrassonografia revelou saco gestacional inserido na parede anterior do útero com feto […]

Tratamento de conjuntivite lenhosa com soro heterólogo

Thiago Gonçalves dos Santos Martins ORCID logo , Thomaz Gonçalves dos Santos Martins ORCID logo , Diogo Gonçalves dos Santos Martins ORCID logo , Maria Carolina Francisco Kuba ORCID logo

DOI: 10.31744/einstein_journal/2019RC4714

RESUMO A conjuntivite lenhosa é uma forma rara de conjuntivite bilateral crônica e recorrente, na qual há formação de membranas espessas na conjuntiva tarsal e em outras mucosas. Relatamos o caso de uma paciente de 55 anos com conjuntivite lenhosa bilateral, que obteve sucesso no tratamento com soro heterólogo em concentração de 50%. Não houve recorrência após um ano de seguimento e nem efeitos colaterais ao tratamento. Dessa forma, o uso de soro heterólogo a 50% poderia ser mais estudado […]

Opções reprodutivas para pacientes com epidermólise bolhosa distrófica

Denise Maria Christofolini ORCID logo , José Ricardo Magliocco Ceroni ORCID logo , Giovanna Guimarães Soares ORCID logo , Gustavo Bertollini Lamy ORCID logo , Ana Carolina Nemeth Calvo ORCID logo , Tamara Alba dos Santos ORCID logo , [...]

DOI: 10.31744/einstein_journal/2019RC4577

RESUMO O termo “epidermólise bolhosa” descreve um grupo de afecções cutâneas causadas por mutações em genes que codificam proteínas relacionadas à aderência dermoepidérmica. Nos Estados Unidos, estima-se a ocorrência de 50 casos de epidermólise bolhosa por 1 milhão de nascidos vivos, sendo 92% deles da forma simples, 5% da forma distrófica, 1% da forma juncional e 2% não classificados. A epidermólise bolhosa do tipo distrófica foi associada a padrões autossômicos, dominante e recessivo. A epidermólise bolhosa causa sérios impactos psicológicos, […]

Miocárdio não compactado em paratleta

Ednei Costa Maia ORCID logo , Filippo Aragão Savioli ORCID logo , Sanna Roque Pinheiro ORCID logo , Leandro Santini Echenique ORCID logo , Japy Angelini Oliveira Filho ORCID logo

DOI: 10.31744/einstein_journal/2019RC4514

RESUMO O miocárdio não compactado é uma cardiomiopatia congênita caracterizada pela presença de trabeculações anormais no ventrículo esquerdo. O presente estudo descreve o caso de uma paratleta de goalball, 14 anos, sexo feminino, assintomática, com história pessoal de nistagmo congênito e leve deficiência visual, que apresentou alterações eletrocardiográficas inespecíficas durante avaliação pré-participação. A ressonância magnética cardíaca evidenciou presença de não compactação miocárdica (relação entre camada não compactada/camada compactada igual a 2,5) e disfunção sistólica biventricular leve. Inicialmente, a paciente foi […]

Papiloma escamoso oral: uma visão sob aspectos clínicos, de fluorescência e histopatológicos

Sérgio Araújo Andrade ORCID logo , Sebastião Pratavieira ORCID logo , Juliana Fracalossi Paes ORCID logo , Marisa Maria Ribeiro ORCID logo , Vanderlei Salvador Bagnato ORCID logo , Fernando de Pilla Varotti ORCID logo

DOI: 10.31744/einstein_journal/2019RC4624

RESUMO O papiloma escamoso oral é um tumor benigno, cuja patogênese tem sido associada à infecção pelo papilomavírus humano. A infecção pelo papilomavírus humano é um dos fatores de risco associado ao desenvolvimento dos carcinomas cervicais, anogenitais, faríngeos, laríngeos e da cavidade oral. O papiloma escamoso oral pode acometer qualquer região da cavidade oral, e a transmissão do papilomavírus humano ocorre por contato direto, relação sexual ou de mãe para filho durante o parto. O diagnóstico é clínico e histopatológico, […]

Sarcoma de Kaposi de pênis em paciente HIV negativo

José Francisco Aguilar Guevara ORCID logo , Seila Lacarra Fernández ORCID logo , Oliver Rojas Claros ORCID logo , Pedro Giral Villalta ORCID logo , José Luis Cebrián Lostal ORCID logo , Miguel Angel Resano Abarzuza ORCID logo

DOI: 10.31744/einstein_journal/2019RC4504

RESUMO O sarcoma de Kaposi é uma doença angioproliferativa que varia de uma lesão cutânea indolente isolada ao envolvimento visceral respiratório e gastrintestinal. É raro em pacientes não imunossuprimidos. Dezenove casos de sarcoma de Kaposi de pênis em pacientes HIV negativos foram relatados em 2012. Descrevemos o caso de um paciente do sexo masculino, 48 anos, sem história pregressa, que se apresentou em nossa clínica urológica com pápula violeta na glande. Os testes de laboratório revelaram sorologia negativa para HIV, […]

Análise clinicopatológica e imuno-histoquímica do carcinoma de células escamosas de células fusiformes da língua: um caso raro

Diego Filipe Bezerra Silva ORCID logo , Hellen Bandeira de Pontes Santos ORCID logo , Jorge Esquiche León ORCID logo , Daliana Queiroga de Castro Gomes ORCID logo , Pollianna Muniz Alves ORCID logo , Cassiano Francisco Weege Nonaka ORCID logo

DOI: 10.31744/einstein_journal/2019RC4610

RESUMO O carcinoma de células escamosas de células fusiformes da língua, é uma variante rara do carcinoma de células escamosas. Este trabalho relata o caso de um paciente do sexo masculino de 64 anos de idade com carcinoma de células escamosas de células fusiformes da língua. Foi feita uma revisão dos aspectos relacionados a etiopatogenia, características clinicopatológicas e imuno-histoquímicas, além do tratamento dessa neoplasia. O paciente procurou atendimento para avaliação de tumefação dolorosa na língua. O exame extraoral revelou linfonodos […]

Hemangioma de nervo facial em orelha média

Ludmilla Emilia Martins Costa ORCID logo , Rafael Freire de Castro ORCID logo , Fabiolla Maria Martins Costa ORCID logo , Mônica Alcântara de Oliveira Santos ORCID logo

DOI: 10.31744/einstein_journal/2018RC4509

RESUMO O hemangioma do nervo facial é um tumor vascular raro e benigno, que corresponde a 0,7% dos tumores intratemporais. Apresentamos o segundo caso descrito na literatura de hemangioma do nervo facial em sua porção timpânica. Paciente de 14 anos, sexo masculino, apresentando hipoacusia progressiva em orelha direita com mímica facial preservada. A audiometria evidenciou perda condutiva moderada à direita. A ressonância magnética demonstrou lesão expansiva, comprometendo o segmento timpânico do nervo facial direito, sugestiva de hemangioma do nervo facial. […]

Anemia ferropriva grave como manifestaçao inicial de hemossiderose pulmonar em criança

Natália Noronha ORCID logo , Pedro Ramalho ORCID logo , Rogério Barreira ORCID logo , Juliana Roda ORCID logo , Teresa Reis Silva ORCID logo , Miguel Félix ORCID logo

DOI: 10.31744/einstein_journal/2018RC4505

RESUMO A hemossiderose pulmonar idiopática é uma doença potencialmente fatal que cursa com episódios de hemorragia alveolar de etiologia desconhecida. As manifestações clínicas são variadas, e a anemia pode constituir o único sinal de doença, precedendo em vários meses os outros sinais e sintomas. Apresenta-se o caso de criança de 4 anos, com febre, vômitos e prostração, associados à palidez. Apresentava anemia microcítica e hipocrômica, refratária à terapêutica com ferro. A hipótese diagnóstica de sangramento gastrintestinal foi excluída, após investigação […]

Reconstrução urológica tardia de gêmeos isquiópagos com extrofia de bexiga e incontinência urinária

Antonio Macedo Jr ORCID logo , Marcela Leal da Cruz ORCID logo

DOI: 10.31744/einstein_journal/2018RC3887

RESUMO Relata-se caso de reconstrução urinária em gêmeos siameses previamente separados com apresentação clínica de bexiga extrófica e incontinência urinária. Os dois pacientes eram do sexo masculino com idade de 13 anos. O primeiro gêmeo apresentava falha da enterocistoplastia com extrusão e visualização da neobexiga extrófica, tendo sido submetido ao fechamento do colo vesical e à reconfiguração da parede abdominal. Após o procedimento, o paciente desenvolveu fístula, que foi tratada, mas persistiu. Posteriormente, optamos por bolsa cateterizável, descartando a bexiga […]

1 2 3 12