6 results

Estudo da relação entre o peso corporal e o quadro de limitação funcional e dor em pacientes com osteoartrite de joelho

Fábio Marcon Alfieri, Natália Cristina de Oliveira Vargas e Silva, Linamara Rizzo Battistella

DOI: 10.1590/S1679-45082017AO4082

RESUMO Objetivo Avaliar a influência do peso corporal na capacidade funcional e na dor de adultos e idosos com osteoartrite de joelho. Métodos A amostra foi constituída por 107 pacientes adultos e idosos com osteoartrite do joelho, divididos em dois grupos (peso/adiposidade adequados e peso/adiposidade em excesso), de acordo com o índice de massa corporal e a porcentagem de adiposidade corporal, e avaliados por bioimpedância elétrica. Os sujeitos foram avaliados quanto à mobilidade funcional (Timed Up and Go), dor, rigidez […]

Salto em meio aquático após compressão de nervo isquiático: avaliação nociceptiva e características morfológicas do músculo sóleo de ratos Wistar

Jéssica Aline Malanotte, Camila Mayumi Martin Kakihata, Jhenifer Karvat, Rose Meire Costa Brancalhão, Lucinéia de Fátima Chasko Ribeiro, Gladson Ricardo Flor Bertolini

DOI: 10.1590/S1679-45082017AO3613

RESUMO Objetivo Avaliar os efeitos do salto em meio aquático, na nocicepção e no músculo sóleo, em ratos Wistar treinados e não treinados, no tratamento de neuropatia compressiva do nervo isquiático. Métodos Foram distribuídos em cinco grupos 25 ratos Wistar: Controle, Lesão, Treinado + Lesão, Lesão + Exercício e Treinado + Lesão + Exercício. O treino foi com exercício de salto em meio aquático durante 20 dias, prévio à lesão, e o tratamento ocorreu após a lesão. Foram realizadas avaliações […]

Avaliação de dor em idosos dementados: validação da versão brasileira da escala PACSLAC

Karol Bezerra Thé, Fernanda Martins Gazoni, Guilherme Liausu Cherpak, Isabel Clasen Lorenzet, Luciana Alves dos Santos, Edlene Maria Nardes, [...]

DOI: 10.1590/S1679-45082016AO3628

RESUMOObjetivoValidar o Pain Assessment Checklist for Seniors with Limited Ability to Communicate – Portuguese em idosos dementados e analisar as propriedades de suas medições.Métodos Foram avaliados 50 idosos dementados, residentes de uma casa de repouso e com capacidade de comunicação verbal limitada, quando expostos a situações potencialmente dolorosas. A ferramenta foi utilizada em dois momentos diferentes. Primeiro, foi aplicada por dois entrevistadores simultaneamente, e a intensidade da dor foi questionada com base na opinião do cuidador. Depois de 14 dias, […]

As influências de diferentes frequências da estimulação elétrica nervosa transcutânea no limiar e intensidade de dor em indivíduos jovens

Adriana de Oliveira Gomes, Ana Caroline Silvestre, Cristina Ferreira da Silva, Mariany Ribeiro Gomes, Maria Lúcia Bonfleur, Gladson Ricardo Flor Bertolini

DOI: 10.1590/s1679-45082014ao3092

Objetivo Investigar os efeitos de diferentes frequências da estimulação elétrica nervosa transcutânea na nocicepção, frente a um estímulo doloroso pressórico e ao frio, em indivíduos saudáveis.Métodos Participaram 20 indivíduos saudáveis, divididos em 4 grupos, sendo que todos passaram por todas as formas de eletroestimulação, em semanas diferentes. As avaliações ocorreram nos seguintes períodos: pré-aplicação, pós-aplicação, 20 e 60 minutos após a eletroestimulação. Para avaliar o limiar de dor à pressão, foi utilizado um algômetro com ponta afilada, pressionando na região […]

Dor crônica relacionada à qualidade do sono

Leandro Freitas Tonial, José Stechman Neto, Wagner Hummig

DOI: 10.1590/S1679-45082014AO2825

ObjetivoDeterminar a relação entre os graus de dor crônica e os níveis de sonolência.MétodosParticiparam 115 pacientes que responderam ao questionário usado como critério diagnóstico na pesquisa. Após avaliação segundo protocolo de registro de dor crônica RDC/TMD − Eixo II, aplicou-se a Escala de Sonolência de Epworth para verificar os níveis de sonolência.ResultadosDentre os pacientes participantes havia mais mulheres (80%) e o tipo de dor mais prevalente era crônica (70,4%). Na relação dos graus de dor crônica, predominou o grau II […]

Procedimentos intervencionistas para o manejo da dor no câncer

Fabiola Peixoto Minson, Fabrício Dias Assis, Thais Kfouri Vanetti, Jamir Sardá Junior, Wanessa Pereira Mateus, Auro Del Giglio

DOI: 10.1590/S1679-45082012000300006

Objetivo:Descrever tipos de procedimentos (seu uso racional e alguns de seus benefícios) realizados em pacientes com câncer tratados em um hospital privado de São Paulo.MÉTODOS:Estudo quantitativo de corte transversal, que usou informações oriundas dos prontuários de pacientes submetidos a procedimentos intervencionistas para dor durante os anos de 2007 e 2008. Os dados foram analisados por meio de estatística descritiva e inferencial (frequência e média, e teste t).RESULTADOS:Durante esse período, 137 pacientes foram submetidos a procedimentos intervencionistas para a dor e, […]