4 results

Ecocardiografia à beira leito em pacientes graves

Eduardo Casaroto, Tatiana Mohovic, Lilian Moreira Pinto, Tais Rodrigues de Lara

DOI: 10.1590/S1679-45082015MD3271

RESUMOA ecocardiografia tem se tornado uma ferramenta fundamental no atendimento ao paciente grave. Desde os anos 1990, o uso do ecocardiograma por intensivistas vem aumentando progressivamente. É cada vez mais frequente encontrarmos o ecocardiograma como parte do arsenal diagnóstico na avaliação cardiovascular dos pacientes graves, visto se tratar de uma ferramenta não invasiva, que pode ser utilizada à beira do leito de maneira rápida e direcionada. Seja na unidade de terapia intensiva ou no departamento de emergência, médicos com mínimo […]

Hiperplasia prostática gigante: hematúria macroscópica com choque hipovolêmico em paciente previamente assintomático

Marcelo Langer Wroclawski, Ariê Carneiro, Rodrigo Alves Tristão, Paulo Kouiti Sakuramoto, Jorg Daoud Merched Youssef, Antonio Correa Lopes Neto, [...]

DOI: 10.1590/S1679-45082015RC2905

A hiperplasia prostática gigante é uma condição rara caracterizada por aumento benigno prostático significativo, com volume maior que 500g. Existem poucos casos relatados e, em sua maioria deles está associada a sintomas graves do trato urinário inferior. Relatamos aqui o primeiro caso de hiperplasia prostática benigna assintomática em paciente idoso com próstata de 720g, hematúria macroscópica de início súbito e choque hipovolêmico. O paciente foi submetido com sucesso à prostatectomia suprapúbica, sem intercorrências no intra e pós-operatório.

Avaliação da microcirculação na prática clínica diária – ainda não disponível, mas não tão longe!

Diamantino Ribeiro Salgado, Raphaël Favory, Daniel De Backer

DOI: 10.1590/s1679-45082010rw1311

RESUMOO choque é caracterizado por uma alteração na perfusão tecidual que pode levar à hipóxia tecidual. Diretrizes recentes recomendam uma terapia de ressuscitação hemodinâmica precoce e agressiva nos estados de choque, mas a taxa de mortalidade ainda é inaceitavelmente alta. Os parâmetros clínicos habituais usados para orientar a terapia de reanimação correlacionam-se mal com o fluxo sanguíneo capilar, um determinante essencial da perfusão tecidual. Novas técnicas que avaliam diretamente a perfusão da microcirculação à beira do leito surgem como um […]