10 results

Associação entre deslocamento ativo e pressão arterial elevada em adolescentes

Fábio da Silva Santana, Aline Cabral Palmeira, Marcos André Moura dos Santos, Breno Quintella Farah, Bruna Cadengue Coêlho de Souza, Raphael Mendes Ritti-Dias

DOI: 10.1590/S1679-45082017AO4093

RESUMO Objetivo: Analisar a associação entre o deslocamento ativo e a pressão arterial elevada em adolescentes. Métodos: Trata-se de um estudo transversal com estudantes do Ensino Médio da rede pública estadual de Pernambuco. Os dados de 6.039 estudantes de 14 a 19 anos foram coletados mediante questionário. Foram considerados “insuficientemente ativos” aqueles que relataram que em nenhum dos dias da última semana realizaram deslocamentos a pé ou de bicicleta e/ou aqueles que, independentemente da frequência semanal de prática desta atividade, […]

Estilos de vida urbano versus rural em adolescentes: associações entre meio-ambiente, níveis de atividade física e comportamento sedentário

Manuela Ferreira Regis, Luciano Machado Ferreira Tenório de Oliveira, Ana Raquel Mendes dos Santos, Ameliane da Conceição Reubens Leonidio, Paula Rejane Beserra Diniz, Clara Maria Silvestre Monteiro de Freitas

DOI: 10.1590/s1679-45082016ao3788

RESUMOObjetivoAnalisar os níveis de atividade física e o comportamento sedentário em adolescentes das áreas urbanas e rurais.Métodos Estudo epidemiológico, transversal, com abordagem quantitativa e abrangência estadual, cuja amostra foi constituída por 6.234 estudantes (14 a 19 anos), selecionados por meio de uma estratégia de amostragem aleatória de conglomerados. As análises foram realizadas por meio do teste χ2 e da regressão logística binária.Resultados Na amostra, 74,5% dos adolescentes eram residentes em área urbana. Após o ajuste, constatou-se que os adolescentes oriundos […]

Atividade física como fator de proteção para o desenvolvimento de esteatose hepática não alcoólica em homens

Carla Giuliano de Sá Pinto, Marcio Marega, José Antonio Maluf de Carvalho, Felipe Gambetta Carmona, Carlos Eduardo Felix Lopes, Fabio Luis Ceschini, [...]

DOI: 10.1590/S1679-45082015AO2878

ObjetivoDeterminar o impacto do nível de atividade física na prevalência de esteatose hepática, perfil metabólico e comportamento cardiovascular em homens adultos.MétodosForam avaliados 1.399 homens (40,7±8,18 anos) com índice massa corporal de 26,7kg/m2 (±3,4) pelo protocolo da Revisão Continuada de Saúde do Hospital Israelita Albert Einstein entre janeiro a outubro de 2011. Foram realizadas análise séricas de glicose sanguínea, colesterol total e séries, triglicerídeos, PCR, ALT, AST e Gama GT. A análise estatística utilizada consistiu na comparação de média e desvio […]

Efetividade da ginástica laboral na aptidão física: estudo randomizado não controlado

Antônio José Grande, Valter Silva, Sérgio Alencar Parra

DOI: 10.1590/S1679-45082014AO2956

Objetivo:Investigar a efetividade da ginástica laboral para a saúde dos trabalhadores por meio de componentes da aptidão física relacionados à saúde.Métodos: Estudo randomizado não controlado com 20 trabalhadores realizado durante três meses para avaliar um programa de ginástica laboral. Os desfechos selecionados foram: flexibilidade, massa corporal, percentual de gordura, massa magra, pressão arterial e frequência cardíaca. Para análise estatística, foram utilizados o teste t pareado e a análise de intenção de tratar.Resultados: Houve aumento significante no peso, percentual de gordura, […]

Efeitos das atividades físicas resistida e aeróbia em idosos em relação à aptidão física e à funcionalidade: ensaio clínico prospectivo

Maria Fernanda Bottino Roma, Alexandre Leopold Busse, Rosana Aparecida Betoni, Antonio Cesar de Melo, Juwando Kong, Jose Maria Santarem, [...]

DOI: 10.1590/S1679-45082013000200003

Objetivo:Comparar os efeitos das atividades físicas resistida e aeróbia sobre a aptidão física e funcionalidade de idosos em dois programas de atividade supervisionada: exercícios resistidos e caminhada.MÉTODOS:Ensaio clínico, randomizado, prospectivo, com idosos sedentários, sem contraindicações para atividade física, distribuídos em dois grupos: o Grupo Resistido realizou 6 exercícios por treino, 2 vezes por semana e o Grupo Aeróbio realizou atividade por 30 minutos, 2 vezes por semana. A avaliação funcional (tempo 0,6 e 12 meses) foi realizada pelos seguintes parâmetros: […]

Estágios de mudança de comportamento e fatores associados à prática de atividade física em indivíduos com claudicação intermitente

Jacilene Guedes de Oliveira, João Paulo dos Anjos Souza Barbosa, Breno Quintella Farah, Marcel da Rocha Chehuen, Gabriel Grizzo Cucato, Nelson Wolosker, [...]

DOI: 10.1590/S1679-45082012000400005

Objetivo:Analisar, em pessoas com claudicação intermitente, a frequência de indivíduos que está em cada um dos estágios de mudança de comportamento para a prática de atividade física bem como a relação desses estágios com a capacidade de caminhada.MÉTODOS:Foram recrutados 150 indivíduos com claudicação intermitente atendidos em um centro terciário, sendo incluídos aqueles com idade >30 anos e índice tornozelo braço

Prevalência de lombalgias e inatividade física: o impacto dos fatores psicossociais em gestantes atendidas pela Estratégia de Saúde da Família

Wilma Ferreira Guedes Rodrigues, Leila Rangel da Silva, Maria Aparecida de Luca Nascimento, Carlos Soares Pernambuco, Tania Santos Giani, Estélio Henrique Martin Dantas

DOI: 10.1590/s1679-45082011ao2186

RESUMOObjetivo:O objetivo deste estudo foi analisar o impacto nos fatores psicossociais de gestantes com queixas de lombalgias associada à falta de atividade física antes da gravidez.Métodos:A amostra foi composta por 66 gestantes, selecionadas aleatoriamente, de um total de 84, presentes nas salas de espera das Unidades de Saúde da Família no município de Cuitegí, Paraíba, no período de setembro a novembro de 2009. Para a coleta dos dados foi utilizado um questionário epidemiológico, adaptado da Quebec Back Pain Disability Scale, […]

A atividade física e o enfrentamento do estresse em idosos

Fernando de Andréa, Fernanda Varkala Lanuez, Adriana Nunes Machado, Wilson Jacob Filho

DOI: 10.1590/S1679-45082010AO1549

RESUMO Objetivo: Analisar o valor de um programa de atividade física no enfrentamento do estresse em idosos. Métodos: Estudo de intervenção em um grupo de 18 idosos encaminhados do ambulatório do Serviço de Geriatria do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo, aderentes a um programa de atividade física supervisionado e avaliados pelo perfil da atividade humana e pelo questionário de coping. Resultados: Nas escalas de avaliação de coping e de desempenho funcional, foi verificado […]

Correlação entre dois programas de atividade física na marcha de idosos sedentários

Mariana Varkala Lanuez, Fernanda Varkala Lanuez, Eduardo Gunther Montero, Wilson Jacob Filho

DOI: 10.1590/s1679-45082010ao1585

RESUMOObjetivos: Avaliar o efeito dos exercícios na marcha por meio de dois diferentes programas: o grupo dos exercícios aeróbios (Grupo A, n = 18) e o grupo que realizou exercícios de flexibilidade e equilíbrio (Grupo B, n = 19).Métodos:Este foi um estudo casualizado, ensaio controlado, no qual cada amostra foi controle dela mesma. Foram sujeitos desta pesquisa 37 idosos, com idade entre 60-90 anos, de ambos os sexos, encaminhados dos ambulatórios do serviço de Geriatria do Hospital das Clínicas da […]

Impacto da intervenção motivacional no aumento do nível de atividade física

Aneci Sobral Rocha, Marcio Marega

DOI: 10.1590/s1679-45082010ao1442

RESUMOObjetivo:Verificar se a proposta de incentivo à prática regular de atividade física colabora para o aumento dos níveis de atividade física.Métodos:Foi realizada uma avaliação entre os grupos de homens e mulheres que passaram por duas ou três avaliações na Unidade de Check-Up do Hospital Israelita Albert Einstein (HIAE), comparando-se a melhora no nível de atividade física, a melhora da média do número de unidades metabólicas e o Índice de Sensibilização. Toda a amostra foi avaliada por meio do Questionário Internacional […]