einstein (São Paulo). 01/mar/2014;12(1):61-5.

Há relação entre os índices antropométricos e o decréscimo dos parâmetros seminais?

Juliana Christofolini, Raphael Augusto Saab de Almeida Barros, Milton Ghirelli Filho, Denise Maria Christofolini, Bianca Bianco, Caio Parente Barbosa

DOI: 10.1590/S1679-45082014AO2781

Objetivo:
Investigar a influência dos índices antropométricos em parâmetros seminais Métodos: Foram selecionados de maneira aleatória homens que procuraram tratamento para infertilidade conjugal durante o período de outubro de 2011 até março de 2012. Foram excluídos os pacientes com quaisquer doenças relacionadas a alterações espermáticas prévias. Os pacientes passaram por avaliação antropométrica para obtenção do índice de massa corporal, e a análise seminal foi feita por meio de espermograma. Foram utilizados dois métodos de classificação antropométrica: índice de massa corporal (normal e alterado) e circunferência abdominal (<94cm e >94cm). Os dados foram analisados por meio de teste estáticos.
Resultados
: O grupo com índice de massa corporal alterado apresentou menores valores de volume de ejaculado, e uma fração maior de pacientes com circunferência abdominal <94cm apresentou formas progressivas de espermatozoide abaixo dos valores de referência. No entanto, nos testes estatísticos, não houve diferença significativa.
Conclusão
: Não foi encontrada diferença significativa na qualidade espermática em relação ao índice de massa corporal ou à circunferência abdominal.

Há relação entre os índices antropométricos e o decréscimo dos parâmetros seminais?

47

Comentários