einstein (São Paulo). 01/set/2013;11(3):324-30.

Efeitos de curto prazo de um programa de atividade física moderada em pacientes com síndrome metabólica

Caroline Macoris Colombo, Rafael Michel de Macedo, Miguel Morita Fernandes-Silva, Alexandra Moro Caporal, Andréa Emilia Stinghen, Costantino Roberto Costantini, Cristina Pellegrino Baena, Luiz Cesar Guarita-Souza, José Rocha Faria-Neto

DOI: 10.1590/S1679-45082013000300011

Objetivo:
Avaliar se um programa de exercícios de intensidade moderada por um pequeno período pode alterar os parâmetros inflamatórios e melhorar os diferentes componentes da síndrome metabólica em pacientes sedentários.
MÉTODOS:
Dezesseis pacientes completaram 12 semanas de exercício supervisionado, que consistiu em caminhar 40 a 50 minutos 3 vezes por semana, atingindo 50 a 60% da frequência cardíaca de reserva. Os parâmetros avaliados pré e pós-intervenção foram circunferência de cintura, pressão arterial sistólica e diastólica, triglicérides, LDL-colesterol, HDL-colesterol, colesterol total, proteína C-reativa e interleucina 8.
RESULTADOS:
Houve redução significativa na circunferência da cintura (102,1±7,5cm versus 100,8±7,4cm; p=0,03) e índice de massa corporal (29,7±3,2kg/m² versus 29,3±3,5kg/m²; p=0,03). A pressão arterial sistólica diminuiu de 141±18 para 129±13mmHg e a diastólica de 79±12 para 71±10mmHg (p<0,05 para ambos). Não foram observadas alterações no colesterol total, LDL-colesterol e triglicérides, mas houve melhora significativa nos níveis de HDL-colesterol, - 45,5±6,0 versus 49,5±9,8mg/dL (p=0,02). Houve uma tendência na redução de proteína C-reativa (8,3%; p=0,07) e interleucina 8 (17,4%; p=0,058). A melhora na capacidade cardiovascular foi demonstrada por um aumento de 13% no volume de oxigênio estimado (p<0,001).
CONCLUSÃO:
Os benefícios do exercício aeróbico com intensidade moderada puderam ser observados em apenas 12 semanas de treinamento em pacientes sedentários com síndrome metabólica. Considerando a facilidade de autoaplicabilidade e os efeitos metabólicos comprovados, tal programa pode ser uma primeira abordagem para pacientes sedentários com síndrome metabólica.

Efeitos de curto prazo de um programa de atividade física moderada em pacientes com síndrome metabólica

70

Comentários