einstein (São Paulo). 06/fev/2019;17(1):eAO4396.

Concentrações efetivas de vancomicina em crianças: estudo transversal

Geisa Cristina da Silva Alves ORCID logo , Farah Maria Drumond Chequer ORCID logo , Cristina Sanches ORCID logo

DOI: 10.31744/einstein_journal/2019AO4396

RESUMO

Objetivo

Analisar a efetividade microbiológica considerando a correlação farmacocinética/farmacodinâmica de vancomicina em crianças e propor uma estimativa de ajuste na dose.

Métodos

Trata-se de um estudo observacional, transversal, realizado em hospital pediátrico, no período de 1 ano (2016 a 2017). Foram incluídas crianças de 2 a 12 anos de ambos os sexos, tendo sido excluídas crianças queimadas ou submetidas à terapia renal substitutiva. Para análise farmacocinética, foram coletadas duas amostras de 2mL de sangue total, respeitando o intervalo de 2 horas entre cada coleta.

Resultados

Foram incluídos dez pacientes pediátricos com idade de 5,5 anos (mediana) e intervalo interquartil (IQ) de 3,2-9,0 anos, peso de 21kg (mediana; IQ: 15,5-24,0kg) e altura de 112,5cm (mediana; IQ: 95-133cm). Apenas uma criança alcançou concentrações mínimas entre 10µg/mL e 15µg/mL.

Conclusão

A utilização empírica de vancomicina na população de crianças não alcançou o alvo farmacocinético/farmacodinâmico terapêutico para concentração inibitória mínima de 1μg/mL.

Concentrações efetivas de vancomicina em crianças: estudo transversal

Comentários