einstein (São Paulo). 01/set/2011;9(3):302-6.

Avaliação da mobilidade funcional do paciente com sequela de AVC após tratamento na piscina terapêutica, utilizando o teste Timed Up and Go

Daniel Gonçalves dos Santos, Andréa Sanches Navarro Pegoraro, Carolina Vilela Abrantes, Fabio Jakaitis, Silvia Gusman, Simone Cristina Bifulco

DOI: 10.1590/s1679-45082011ao1772

RESUMO
Objetivo:
Avaliar a mobilidade funcional de pacientes com acidente vascular cerebral no decorrer de 12 sessões de hidroterapia.
Métodos:
Foram avaliados 10 pacientes com acidente vascular cerebral com idades entre 5 e 85 anos por meio do teste Timed Up and Go, que contém itens como equilíbrio, velocidade da marcha, mudança de direção e transferência de sentado para em pé. Os pacientes do estudo realizaram o teste antes e depois de cada sessão de hidroterapia (total de 12 terapias). Cada indivíduo foi comparado com ele mesmo, a curto prazo (pré e pós-terapia) e a longo prazo (após 12 terapias). Resultado: Comparados no início e ao final das 12 sessões, verificou-se que os 10 pacientes melhoraram sua performance, apresentando diminuição do tempo na execução do teste Timed Up and Go..
Conclusão:
O programa de exercícios em piscina terapêutica foi benéfico para melhora da performance da mobilidade funcional de pacientes portadores de acidente vascular cerebral.

Avaliação da mobilidade funcional do paciente com sequela de AVC após tratamento na piscina terapêutica, utilizando o teste Timed Up and Go

164

Comentários