einstein (São Paulo). 01/jun/2010;8(2):180-6.

Acompanhamento de crianças prematuras com alto risco para alterações do crescimento e desenvolvimento: uma abordagem multiprofissional

Marcia de Freitas, Ana Merzel Kernkraut, Simone Maria Amadio Guerrero, Sonia Teresa Gaidzakian Akopian, Sandra Harumi Murakami, Vanessa Madaschi, Danielle Rueg, Cristiane Isabela de Almeida, Alice D'Agostini Deutsch

DOI: 10.1590/s1679-45082010ao1569

RESUMO
Objetivo:
Descrever a atividade do ambulatório multiprofissional formado por neonatologista e fisiatra, fisioterapeuta, terapeuta ocupacional, fonoaudiólogas e psicóloga que realizaram avaliações aos 3, 6, 9, 12, 18 e 24 meses de idade corrigida.
Métodos:
Foram realizadas avaliações multiprofissionais pela equipe, incluindo avaliação pela escala de desenvolvimento Bayley III. A amostra foi constituída por 20 crianças nascidas em hospital de nível terciário em São Paulo, Brasil, com peso inferior a 1250 g ou idade gestacional abaixo de 32 semanas no período de Abril de 2006 a Abril de 2007.
Resultados:
A idade gestacional média ao nascimento foi de 28.8 semanas, peso médio 1055 g, tempo de internação médio de 46,3 dias, e idade materna média de 35 anos. Observou-se que 15% das crianças apresentaram alterações sensório-motoras, 20% alterações no desenvolvimento auditivo e 10% alterações motoras. Pela aplicação da Bayley III, observou-se 10% dos casos com alteração na área de comunicação e 10% com alteração na área motora. Os pais foram orientados a estimularem a criança ou foi sugerida intervenção específica. Observou-se que entre 6 e 18 meses de idade corrigida houve maior ocorrência de atrasos do desenvolvimento, que se adequou aos 24 meses.
Conclusões:
A maioria das crianças avaliadas alcançou crescimento e desenvolvimento adequado aos 24 meses de idade corrigida. Recomendam-se estudos futuros com amostra ampliada, assim como a possibilidade de um acompanhamento dessa população até o período de alfabetização.

Acompanhamento de crianças prematuras com alto risco para alterações do crescimento e desenvolvimento: uma abordagem multiprofissional

48

Comentários