3 results

Attitudes Toward Lesbian and Gay Men Scale: validação em médicos brasileiros

Renata Corrêa-Ribeiro ORCID logo , Fabio Iglesias ORCID logo , Einstein Francisco Camargos ORCID logo

DOI: 10.31744/einstein_journal/2019AO4527

RESUMO Objetivo: Realizar a adaptação transcultural da versão original norte-americana do inventário Attitudes Toward Lesbian and Gay Men Scale (ATLG) sobre atitudes diante de lésbicas e homens gays para uso no Brasil, e avaliar as propriedades psicométricas em uma amostra de médicos heterossexuais brasileiros. Métodos: Foram realizadas as seguintes etapas de adaptação transcultural: tradução por dois avaliadores independentes, síntese das traduções, avaliação pela população-alvo para equivalência semântica, estudo piloto com 42 médicos, e processo final de elaboração do instrumento, envolvendo […]

European Organization for Research and Treatment of Cancer Quality of Life Questionnaire Core 30: modelos fatoriais em pacientes brasileiros com câncer

Juliana Alvares Duarte Bonini Campos, Maria Cláudia Bernardes Spexoto, Wanderson Roberto da Silva, Sergio Vicente Serrano, João Marôco

DOI: 10.1590/S1679-45082018AO4132

RESUMO Objetivo Avaliar as propriedades psicométricas dos sete modelos teóricos propostos na literatura para o European Organization for Research and Treatment of Cancer Quality of Life Questionnaire Core 30 (EORTC QLQ-C30), quando aplicados em uma amostra de pacientes brasileiros com câncer. Métodos As validades de conteúdo e de construto (fatorial, convergente, discriminante) foram avaliadas. Foi realizada análise fatorial confirmatória. A validade convergente foi avaliada pela variância média extraída. A validade discriminante foi analisada por meio de análise correlacional. A consistência […]

Adaptação transcultural e validação para o Brasil da Obesity-related Problems Scale

Andreia Mara Brolezzi Brasil, Fábio Brasil, Angélica Aparecida Maurício, Regina Maria Vilela

DOI: 10.1590/S1679-45082017AO4004

RESUMO Objetivo Validar uma versão confiável da Obesity-related Problems Scale em português para utilização no Brasil. Métodos A Obesity-related Problems Scale foi traduzida e adaptada transculturalmente. Posteriormente, foi autoaplicada simultaneamente à versão de 12 itens da World Health Organization Disability Assessment Schedule 2.0 (WHODAS 2.0) a 50 pacientes obesos e a 50 indivíduos não obesos, sendo reaplicada à metade deles após 14 dias. Resultados A Obesity-related Problems Scale foi capaz de diferenciar obesos de não obesos com maior acurácia que […]