3 results

Recidiva de leucemia mieloide aguda em testículo criptorquídico: relato de caso

Luccas Santos Patto de Góes, Roberto Iglesias Lopes, Octavio Henrique Arcos Campos, Luiz Carlos Neves de Oliveira, Alexandre Crippa Sant’Anna, Marcos Francisco Dall’Oglio, [...]

DOI: 10.1590/S1679-45082014RC2689

Paciente de 23 anos, masculino, com antecedente de transplante de medula óssea por leucemia mieloide aguda. Há 5 anos, apresentou volumosa massa em região inguinal direita. No exame físico, foi constatada criptorquidia à direita. Os marcadores tumorais alfa-fetoproteína e beta-HCG encontravam-se dentro da normalidade, e a desidrogenase láctica estava aumentada. A tomografia computadorizada de abdomen e pelve revelou massa testicular direita com contiguidade pelo canal inguinal, até o retroperitônio ipsilateral, associada a hidronefrose direita. Devido ao alto risco de neoplasia […]

Detecção de mutações no gene KIT em leucemia mieloide aguda

Luis Eduardo Silva Machado, João Renato Rebello Pinho, Roberta Sitnik, Nair Hideko Muto, Elvira Deolinda Rodrigues Pereira Velloso, Roberta Cardoso Petroni, [...]

DOI: 10.1590/S1679-45082012000300005

Objetivo:Descrever a metodologia para detecção de mutações nos éxons 8 e 17 do gene KIT em pacientes portadores de leucemia mieloide aguda, para implementação desse teste no laboratório clínico do Hospital Israelita Albert Einstein.MÉTODOS:Extração do DNA genômico de 54 amostras de sangue periférico ou medula óssea de pacientes com leucemia mieloide aguda para amplificação, por reação em cadeia da polimerase, sequenciamento e análise de fragmentos.RESULTADOS:Dentre as amostras analisadas, quatro apresentaram mutação no éxon 8, duas no éxon 17 e uma […]

Leucemia mieloide aguda: atualidade brasileira de diagnóstico e tratamento

Ricardo Helman, Fabio Pires de Souza Santos, Belinda Simões, Elias Hallack Atta, Fernando Callera, Jane de Almeida Dobbin, [...]

DOI: 10.1590/S1679-45082011AO1853

RESUMO Objetivo: Identificar como centros de hematologia brasileiros trataram e diagnosticaram os casos de leucemia mieloide aguda no ano de 2009. Métodos: Estudo epidemiológico, observacional, multicêntrico de 11 centros brasileiros cadastrados para tratamento de leucemia mieloide aguda e transplante de medula óssea. Os dados foram coletados a partir de prontuários de pacientes com leucemia mieloide aguda tratados nos centros citados entre os anos de 2005 e 2009. Foi avaliada a disponibilidade para realização de exames de imunofenotipagem e citogenética nos […]