einstein (São Paulo). 06/abr/2018;16(1):eAO3975.

Processo de admissão e inscrição para transplante hepático: gerenciamento de enfermagem por meio de indicadores de qualidade

Fabíola Faustino de Machado Dias, Samira Scalso de Almeida, Marcio Dias de Almeida

DOI: 10.1590/S1679-45082018AO3975

RESUMO

Objetivo

Estabelecer, mensurar e analisar indicadores de qualidade no processo de avaliação e admissão dos pacientes em um programa de transplante hepático.

Métodos

Pesquisa de abordagem quantitativa não experimental, com dados coletados a partir do banco de dados da gestão de um programa de transplante hepático entre setembro de 2012 e setembro de 2014. Estatística descritiva foi utilizada para analisar os indicadores de qualidade identificados.

Resultados

Foram analisados 1.311 atendimentos no ambulatório de transplante, a maioria do sexo masculino (66,7%), branca (65,1%), com média de idade de 53 (±12,5) anos, da Região Sudeste (91,2%) e do Estado de São Paulo (80,8%). Os indicadores mensurados foram eficiência do processo de admissão dos pacientes (54,8%), eficiência da avaliação de indicação ao transplante (39,9%), eficácia do tratamento dos pacientes atendidos no programa (21,8%), e tempo de inclusão na lista de espera, com mediana em 84 dias (36-142).

Conclusão

Os indicadores de qualidade analisados neste estudo possibilitaram uma visão quantitativa do processo, facilitando o gerenciamento de resultados e o benchmarking entre instituições transplantadoras. O monitoramento contínuo pode otimizar a alocação de recursos e o planejamento de serviços relacionados ao processo de admissão do paciente.

Processo de admissão e inscrição para transplante hepático: gerenciamento de enfermagem por meio de indicadores de qualidade

Comentários