einstein (São Paulo). 01/mar/2010;8(1):18-23.

Modificação da técnica de fetoscopia de suspensão para tratamento fetal de grandes meningomieloceles: estudo em ovelhas

Denise Araujo Lapa Pedreira, Gregório Lorenzo Acácio, Rogério Chaccur Abou-Jamra, Rita de Cássia Sanches Oliveira, Elia Garcia Caldini, Paulo Hilário Nascimento Saldiva

DOI: 10.1590/s1679-45082010ao1440

RESUMO
Objetivo:
Modificar a técnica de fetoscopia de suspensão para redução do calibre dos orifícios de entrada no miométrio.
Métodos:
Sete ovelhas grávidas foram submetidas à fetoscopia para correção de um grande defeito de pele medindo 4,0 × 3,0 cm, criado na região lombar fetal com 100 dias de gestação. O defeito era corrigido através de sutura contínua da pele, aproximando-se as suas bordas. Para realizar a sutura, foi realizada a fetoscopia de suspensão, utilizando-se três orifícios para entrada de trocarte no miométrio. O trocarte da ótica era de 5,0 mm e das pinças de apreensão, dissecção e sutura eram de 3,5 mm. Após a cirurgia, a gestação era mantida até o sacrifício, realizado no 133º dia de gestação, quando os fetos eram avaliados.
Resultados:
Sete ovelhas prenhes foram operadas. Os dois primeiros casos constituíram o Grupo Piloto, no qual a técnica endoscópica foi modificada e a redução do calibre foi possível em dois dos três orifícios de entrada no miométrio. Nos cinco demais casos (Grupo de Estudo) a correção foi realizada com sucesso em todos os fetos e o tempo médio de duração da fetoscopia foi de 98 minutos. Houve um caso de morte materna atribuído à infecção intrauterina. A média de permanência intraútero após a cirurgia foi de 12 dias.
Conclusões:
A técnica foi modificada com sucesso, permitindo a redução do calibre dos orifícios uterinos necessários para realizar a correção de um defeito de pele na região lombar do feto através de uma nova técnica de fetoscopia. O impacto desta modificação na correção da meningomielocele em fetos humanos deve ser estudado.

Modificação da técnica de fetoscopia de suspensão para tratamento fetal de grandes meningomieloceles: estudo em ovelhas

124

Comentários