einstein (São Paulo). 01/jul/2017;15(3):11-2.

Corrupção

Jacyr Pasternak

DOI: 10.1590/S1679-45082017ED4239

Estamos todos pasmos com o grau de corrupção em nosso sistema político. Acreditamos que corrupção é algo frequente, ou mesmo a regra, como receber dinheiro de empresas privadas de construção, que fazem obras para o governo em troca de favores. Como desculpa, alguns empreendedores declararam que, sem tais favores, nunca conseguiriam os contratos… Os políticos corruptos disseram que sem o dinheiro dado por estas firmas não seriam capazes de pagar por suas campanhas eleitorais, que são cada vez mais caras. Se concorrem para ganhar, os candidatos precisam pagar a equipe de propaganda, e o trabalho destes caras não é barato. Darão um desconto aos políticos se o pagamento for por meio de caixa dois ou, ainda melhor, se o valor for depositado no exterior.

Infelizmente a prática médica enfrenta problemas semelhantes. Todos que trabalham nesta área sabem, há muitos anos, que as próteses são escolhidas com base no apoio financeiro dado pelos fabricantes aos médicos, para que as prescrevam. Outros pecados menos conhecidos, embora bem mais frequentes, são os médicos pagos para darem atestados falsos para indivíduos que se ausentaram do trabalho, prescrições de medicamentos que nem sempre são os mais baratos ou os melhores para o paciente, palestrantes que não revelam conflito de interesse e relações íntimas com os produtos que recomendam durante suas apresentações, cirurgias que não são a melhor opção para os pacientes. Esta lista é bastante longa…

[…]
Corrupção

Comentários