einstein (São Paulo). 08/mar/2019;17(2):eAO4445.

Capacitação em extração, perfusão e acondicionamento de órgãos para transplantes: perfil dos profissionais e análise de aprendizagem pós-curso

Juliana Guareschi dos Santos ORCID logo , Veronica Schonfeld Gomes Silva ORCID logo , Luciana Cintra ORCID logo , Cassiane Dezoti da Fonseca ORCID logo , Luciana Carvalho Moura Tralli ORCID logo

DOI: 10.31744/einstein_journal/2019AO4445

RESUMO

Objetivo

Conhecer o perfil dos profissionais que atuam em captação de órgãos e analisar o resultado da aprendizagem daqueles treinados antes e após o curso de extração, perfusão e acondicionamento de órgãos para transplantes.

Métodos

Estudo retroprospectivo, quantitativo, analítico-descritivo do Curso de Extração, Perfusão e Acondicionamento de Fígado e Rim, no período de 2012 a 2014. Utilizaram-se o pré e o pós-teste estruturado em dez questões, que avaliaram o conhecimento sobre captação de órgãos. A associação do conhecimento com o conteúdo aplicado foi verificada pelo teste McNemar.

Resultados

Do total de 334 participantes, 187 (56,0%) eram médicos, 104 (31,1%) enfermeiros e 43 (12,9%) instrumentadores. Houve predominância do sexo masculino (58,4%), com média de idade de 39,1 anos. Tinham entre 5 a 10 anos de formados 50% da amostra, e 50,4% tinham menos de 1 ano de experiência na área de captação de órgãos. Na avaliação do conhecimento, houve elevação na média geral ponderada de 6,1, no pré-teste, para 7,9, no pós-teste. Observou-se aumento significativo da aprendizagem no pós-teste em 50% nos instrumentadores, 33,3% nos enfermeiros e 20% nos médicos.

Conclusão

Os profissionais eram iniciantes na área de captação de órgãos e, em sua maioria, oriundos das Regiões Sudeste, Nordeste e Norte. No quesito de aprendizagem, o curso contribuiu para o aumento do conhecimento da equipe multiprofissional em saúde, representando ganho no padrão de aprendizagem.

Capacitação em extração, perfusão e acondicionamento de órgãos para transplantes: perfil dos profissionais e análise de aprendizagem pós-curso

Comentários