einstein (São Paulo). 01/dez/2011;9(4):527-9.

A tomografia de retroperitôneo normal em adolescentes com rabdomiossarcoma paratesticular afasta necessidade de linfadenectomia?

Eulalio Damazio, Eliana Caran, Valdemar Ortiz, Antonio Macedo Junior

DOI: 10.1590/s1679-45082011rc2008

RESUMO
Apresentamos o caso de um adolescente de 16 anos com rabdomiossarcoma paratesticular, submetido à linfadenectomia retroperitonial por tumor clínico estágio I (tomografia computadorizada retroperitonial normal), cujo resultado cirúrgico demonstrou três linfonodos aumentados e positivos para doença metastática; o paciente foi encaminhado para tratamento quimioterápico adjuvante. Este caso sugere que o protocolo Intergroup Rhabdomyosarcoma Study Group IV é questionável para adolescentes com rabdomiossarcoma paratesticular, e que a tomografia computadorizada de abdome negativa para linfonodos não deve afastar a necessidade de linfadenectomia retroperitoneal.

A tomografia de retroperitôneo normal em adolescentes com rabdomiossarcoma paratesticular afasta necessidade de linfadenectomia?

60

Comentários