2 results

Interações medicamentosas em terapia intensiva materna: prevalência, fatores e medicamentos de risco

Thiago de Lima Pessoa ORCID logo , Washington Sales Clemente Junior ORCID logo , Tatiana Xavier da Costa ORCID logo , Priscilla Karilline do Vale Bezerra ORCID logo , Rand Randall Martins ORCID logo

DOI: 10.31744/einstein_journal/2019AO4521

RESUMO Objetivo: Caracterizar as interações medicamentosas potenciais graves em terapia intensiva materna, e determinar sua frequência, os fatores e os medicamentos de risco associados à ocorrência dessas interações. Métodos: Estudo observacional e longitudinal executado entre dezembro de 2014 a dezembro de 2015, conduzido em uma unidade de terapia intensiva materna. Foram coletados dados clínicos e identificadas interações medicamentosas potenciais graves de gestantes admitidas. As interações medicamentosas foram caracterizadas quanto ao tipo, à prevalência e à taxa de exposição. Um modelo […]

Teste de respiração espontânea na previsão de falha de extubação em população pediátrica

Milena Siciliano Nascimento, Celso Moura Rebello, Luciana Assis Pires Andrade Vale, Érica Santos, Cristiane do Prado

DOI: 10.1590/S1679-45082017AO3913

RESUMO Objetivo Avaliar se o teste de respiração espontânea pode ser utilizado para predizer falha da extubação na população pediátrica. Métodos Estudo prospectivo, observacional, no qual foram avaliados todos os pacientes internados no Centro de Terapia Intensiva Pediátrica, no período de maio de 2011 a agosto de 2013, que utilizaram ventilação mecânica por mais de 24 horas e que foram extubados. Os pacientes foram classificados em dois grupos: Grupo Teste, que incluiu os pacientes extubados depois do teste de respiração […]