einstein (São Paulo). 28/fev/2019;17(3):eGS4385.

Resolubilidade do cuidado oftalmológico em um centro de atendimento secundário: abordagem quantitativa

Inês Paula Regina Mainini Oliveira ORCID logo , Silmara Meneguin ORCID logo

DOI: 10.31744/einstein_journal/2019GS4385

RESUMO

Objetivo

Avaliar a resolubilidade do cuidado oftalmológico em um centro integrado de saúde.

Métodos

Trata-se de estudo transversal realizado com 816 pacientes atendidos no período de novembro de 2013 a novembro de 2015. Os dados foram coletados consultando-se o banco de dados institucional e os prontuários.

Resultados

A maioria dos participantes era não diabética, do sexo feminino, e com Nível Médio de ensino. A principal causa de solicitação de avaliação oftalmológica foi a consulta com o especialista, cujo tempo de espera foi menor para os não diabéticos.

Conclusão

Este centro integrado de saúde apresentou, em parte, condições de resolubilidade para atender as necessidades oftalmológicas dos usuários do Sistema Único de Saúde, mas notou-se necessidade de reorganização deste cuidado, considerando prioridades baseadas em critérios de risco oftalmológico, conferindo que o encaminhamento ao nível de atenção deve ser capaz de propiciar, em tempo, a resolubilidade.

Resolubilidade do cuidado oftalmológico em um centro de atendimento secundário: abordagem quantitativa

Comentários