einstein (São Paulo). 01/set/2010;8(3):329-35.

Novo modelo experimental de indução de cistite intersticial por estresse oxidativo utilizando instilação intravesical de gel doador de óxido nítrico

Thais Figueiredo Palma, Márcia Lanzoni de Alvarenga, Amedea Barozzi Seabra, Marcelo Ganzarolli de Oliveira, Cássio Luis Zanettini Riccetto

DOI: 10.1590/s1679-45082010ao1663

RESUMO
Objetivo:
O objetivo deste estudo foi o desenvolvimento de um modelo experimental para a indução de cistite intersticial, por meio da instilação vesical de uma solução polimérica de gel doador de óxido nítrico S-nitrosoglutationa (GSNO), e compará-lo ao modelo experimental para a indução da cistite intersticial por instilação vesical de protamina e cloreto de potássio.
Métodos:
Foram utilizadas 40 ratas Wistar, divididas em quatro grupos: 1 – dez ratas tratadas com solução salina + GSNO; 2 – dez ratas tratadas com solução salina + solução de polímeros (sem GNSO); 3 – dez ratas tratadas com sulfato de protamina + KCl; 4 – dez ratas tratadas com sulfato de protamina + GSNO. As ratas receberam uma aplicação (cinco animais em cada grupo) ou três aplicações (cinco animais em cada grupo) da substância correspondente através de instilação vesical, e após seis dias (cinco animais em cada grupo) ou nove dias (cinco animais em cada grupo) foram sacrificadas, e a bexiga foi removida para exame macroscópico e estudo histológico.
Resultados:
Na avaliação macroscópica observou-se edema e hiperemia da mucosa em 2 animais (22%) do Grupo 1, em nenhum animal (0%) do Grupo 2, em 10 animais (100%) do Grupo 3, e em 5 animais (50%) do Grupo 4. No grupo protamina + KCl e no grupo solução salina + GSNO, observamos efeitos semelhantes sobre a parede da bexiga. Os animais do Grupo 2 (salina + polímeros) apresentaram significantemente menos congestão vascular que os dos outros grupos após 9 dias de instilação (p = 0,0035). Observou-se fibrose significante nos Grupos 3 e 4, 6 dias (p = 0,3781) e 9 dias (p = 0,0459) após as instilações, quando comparados com o grupo controle (Grupo 2). Todos os grupos apresentaram infiltrados neutrofílicos de intensidade variável, 6 dias após as instilações (p = 0,7277). Após 9 dias, observou-se regressão do infiltrado, sem evidência de acentuada reação neutrofílica em todos os grupos (p = 0,2301)..
Conclusão:
A resposta inflamatória à instilação da bexiga com uma solução aquosa de S-nitroglutationa foi muito semelhante àquela induzida pela instilação de protamina e KCl. A instilação de uma solução aquosa de S-nitroglutationa pode ser considerada um novo modelo experimental para a indução da cistite intersticial.

Novo modelo experimental de indução de cistite intersticial por estresse oxidativo utilizando instilação intravesical de gel doador de óxido nítrico

54

Comentários