einstein (São Paulo). 01/set/2011;9(3):283-7.

Medida da fissura palpebral e da borda vermelha do lábio superior de recém-nascidos com idade gestacional de 25 a 43 semanas

Maria dos Anjos Mesquita, Conceição Aparecida de Mattos Segre

DOI: 10.1590/s1679-45082011ao2097

RESUMO
Objetivo:
Elaborar curvas de percentis das medidas da fissura palpebral e da maior largura da borda vermelha do lábio superior de recém-nascidos em maternidade pública da cidade de São Paulo.
Métodos:
Estudo descritivo transversal realizado de Agosto de 2006 a Janeiro de 2008. Nas primeiras 24 a 72 horas de vida, foram feitas medidas da fissura palpebral e da maior largura da borda vermelhado lábio superior de 1.964 recém-nascidos com idade gestacional de 25 a 43 semanas. Curvas de percentil correspondentes a essas medidas foram elaboradas de acordo com a idade gestacional.
Resultados:
A média da medida da fenda palpebral foi de 1,98 cm, variando de 0,80 a 3,00 cm, com desvio padrão de ±0,24 cm. A maior largura da borda vermelha do lábio superior teve uma medida média de 0,51 cm, variando de 0,20 a 0,90 cm, com desvio padrão de ±0,11 cm. Essas medidas permitiram a elaboração de curvas de percentil (10, 50 e 90) em relação à idade gestacional.
Conclusões:
As curvas elaboradas das medidas da fissura palpebral e da maior largura da borda vermelha do lábio superior podem ser úteis na avaliação da presença de dismorfias faciais de recém-nascidos.

Medida da fissura palpebral e da borda vermelha do lábio superior de recém-nascidos com idade gestacional de 25 a 43 semanas

139

Comentários