einstein (São Paulo). 01/set/2014;12(3):287-94.

Gastrectomia vertical com medidas antirrefluxo

Sergio Santoro, Arnaldo Lacombe, Caio Gustavo Gaspar de Aquino, Carlos Eduardo Malzoni

DOI: 10.1590/s1679-45082014ao2885

Objetivo
A gastrectomia vertical é o procedimento cirúrgico para tratamento da obesidade que mais cresce em indicações. No entanto, esse procedimento pode causar ou agravar a doença do refluxo gastresofágico. Este artigo buscou descrever originalmente a adição de procedimentos antirrefluxo (remoção de coxins gordurosos do hiato, hiatoplastia, pequena plicatura e fixação do remanescente na posição anatômica), além de relatar seus resultados precoces e tardios.
Métodos
Foram submetidos à gastrectomia vertical com medidas antirrefluxo 88 oito pacientes obesos com sintomas de doença do refluxo gastresofágico. Dentre esses pacientes, 50 foram submetidos também à bipartição do trânsito. A perda de peso destes foi comparada àquela ocorrida em 360 pacientes consecutivos submetidos à gastrectomia vertical usual e à de 1.140 pacientes submetidos à gastrectomia vertical + bipartição do trânsito. Os sintomas do refluxo gastresofágico foram investigados por meio de questionário em todos os submetidos à gastrectomia vertical com medidas antirrefluxo e comparados com os resultados obtidos em 50 pacientes submetidos à gastrectomia vertical usual e a 60 submetidos à gastrectomia vertical + bipartição do trânsito, também com sintomas prévios de doença do refluxo gastresofágico.
Resultados
O percentual de perda do excesso de índice de massa corporal após gastrectomia vertical antirefluxo não foi inferior a gastrectomia vertical usual. Além disso, a gastrectomia vertical antirefluxo + bipartição do trânsito não foi inferior a gastrectomia vertical + bipartição do trânsito. Não houve aumento da morbidade na gastrectomia vertical antirefluxo, porém notou-se redução significativa dos sintomas da doença e do uso de inibidores de bomba prótons para tratar a condição.
Conclusão
A adição de procedimentos antirrefluxo, como a hiatoplastia e a cardioplicatura, à gastrectomia vertical usual não acrescentou morbidade nem piorou a perda de peso obtida, mas diminuiu de modo significativo a ocorrência de sintomas da doença do refluxo no pós-operatório, assim como a utilização de inibidores de bomba de prótons.

Gastrectomia vertical com medidas antirrefluxo

42

Comentários