einstein (São Paulo). 01/mar/2013;11(1):15-22.

Existe viés de publicação para artigos brasileiros sobre câncer?

Luiz Victor Maia Loureiro, Donato Callegaro Filho, Altieres de Arruda Rocha, Bernard Lobato Prado, Taciana Sousa Mutão, Carlos del Cistia Donnarumma, Auro del Giglio

DOI: 10.1590/S1679-45082013000100005

Objetivo:
Investigar se artigos brasileiros sobre câncer são publicados em periódicos de fator impacto e/ou repercussão (medida pelo número de citações) inferiores aos oriundos de instituições estrangeiras MÉTODOS: Pesquisou-se, no PubMed, o MeSH Term “neoplasm” com os limitadores: clinical trial, afiliação de autor(es) brasileira e intervalo de 1º de julho de 2009 a 30 de junho de 2010. Foram selecionados para pareamento artigos relacionados, não brasileiros, publicados entre três meses antes e três meses depois da data de publicação do estudo brasileiro. Foram obtidos os números de citações, em duas bases de dados, assim como o fator de impacto para as revistas nas quais os artigos foram publicados.
RESULTADOS:
Identificaram-se 43 artigos nacionais e 876 internacionais relacionados. Os brasileiros apresentaram fator de impacto médio de 3.000 contra 3.430 dos internacionais (p=0,041). Não houve diferença estatisticamente significativa quanto ao número de citações entre os grupos. A afiliação do primeiro autor à instituição brasileira ou estrangeira também não influenciou significativamente no número de citações nem no fator de impacto.
CONCLUSÃO:
Artigos brasileiros são significativamente menos aceitos em revistas de maior impacto sem aparente comprometimento de sua repercussão na comunidade científica.

Existe viés de publicação para artigos brasileiros sobre câncer?

61

Comentários