einstein (São Paulo). 01/jun/2015;13(2):260-8.

Delineamento de um instrumento para medir a qualidade da assistência da Fisioterapia

Leny Vieira Cavalheiro, Raquel Afonso Caserta Eid, Claudia Talerman, Cristiane do Prado, Fátima Cristina Martorano Gobbi, Paola Bruno de Araujo Andreoli

DOI: 10.1590/S1679-45082015GS3248

RESUMO
Objetivo:
Delinear um instrumento composto de domínios que demonstrassem a atividade da área da Fisioterapia e que gerassem um índice consistente, capaz de representar a qualidade da assistência fisioterapêutica.
Métodos:
Para o delineamento do instrumento, utilizamos a metodologia denominada Lean Seis Sigma. A discussão envolveu sete grupos de gestão diferentes e desta equipe de trabalho. Por meio das ferramentas de brainstorm e Matriz de Causa e Efeito, montamos o mapa do processo.
Resultados:
Cinco requisitos constituíram o índice de qualidade de assistência da Fisioterapia, após a aplicação da ferramenta denominada Matriz de Causa e Efeito. Os requisitos foram avaliação individual do desempenho do fisioterapeuta, indicador de resultado de assistência, avaliação da adesão da Fisioterapia nos protocolos, medir se o prognóstico e resultado de tratamento foi alcançado, e infraestrutura..
Conclusão:
O desenho proposto permitiu avaliar vários itens que compunhamo serviço de Fisioterapia, possibilitando customização, reprodutibilidade e benchmark entre as instituições. Para a gestão, esse índice deve proporcionar a oportunidade de identificar os pontos de melhoria, e os pontos fortes da equipe e processo de assistência da Fisioterapia.

Delineamento de um instrumento para medir a qualidade da assistência da Fisioterapia

65

Comentários