einstein (São Paulo). 01/jun/2010;8(2):205-8.

Comparação dos métodos de mensuração da força muscular dos flexores dos dedos das mãos através da dinamometria manual e esfigmomanômetro modificado

Paulo Roberto Garcia Lucareli, Mário de Oliveira Lima, Fernanda Pupio Silva Lima, Rafaela Okano Gimenes, Juliane Gomes de Almeida Lucareli, Silvio Antonio Garbelotti Junior, Thiago Yukio Fukuda, José Eduardo Pompeu

DOI: 10.1590/s1679-45082010ao1388

RESUMO
Objetivo:
Avaliar a reprodutibilidade do esfigmomanômetro modificado para a mensuração da força muscular dos músculos flexores dos dedos das mãos através da comparação do mesmo com o dinamômetro manual.
Métodos:
Foram avaliados 40 voluntários saudáveis de ambos os sexos com idade entre 20 e 55 anos que realizaram o teste de força muscular dos músculos flexores dos dedos em ambas as mãos com os dois instrumentos para que fosse feita a comparação entre eles.
Resultados:
Após análise estatística feita pelo teste t de Student pareado, não foi observada diferença significativa entre os valores obtidos nos testes esfigmomanômetro modificado e dinamômetro manual em relação à lateralidade (p > 0,05), assim como, no teste do coeficiente de correlação de Pearson, foram observadas correlações quando analisados os valores obtidos no teste com esfigmomanômetro modificado versus o teste com dinamômetro manual.
Conclusões:
O esfigmomanômetro modificado mostrou ser uma técnica reprodutível para medir força muscular dos músculos flexores dos dedos.

Comparação dos métodos de mensuração da força muscular dos flexores dos dedos das mãos através da dinamometria manual e esfigmomanômetro modificado

284

Comentários