einstein (São Paulo). 01/jun/2010;8(2):209-14.

Atividades assistenciais e administrativas do enfermeiro na clínica médico-cirúrgica

Marilia Moura Luvisotto, Ana Carolina Vasconcelos, Lívia Canelas Sciarpa, Rachel de Carvalho

DOI: 10.1590/s1679-45082010ao1354

RESUMO
Objetivo:
Identificar as atividades administrativas e assistenciais mais realizadas pelos enfermeiros nas clínicas médico-cirúrgicas e conhecer as mais e menos prazerosas para esses profissionais.
Métodos:
Pesquisa de campo descritivo-exploratória, com abordagem quantitativa, cuja amostra constituiu-se de 40 enfermeiros que trabalham em clínicas médico-cirúrgicas, os quais responderam a um questionário composto de três partes: dados de identificação e caracterização do profissional; relação de atividades assistenciais e administrativas para o enfermeiro, que deveria enumerar: “0 = não realizo”, “1 = realizo eventualmente”, “2 = realizo moderadamente”, “3 = realizo diariamente”; duas questões semiabertas, nas quais o enfermeiro listou as atividades que lhe eram mais e menos prazerosas.
Resultados:
As atividades administrativas mais realizadas pelos enfermeiros foram: passagem de plantão, escala diária e de tarefas de funcionários e gerenciamento de exames; as atividades assistenciais mais realizadas relacionavam-se às etapas da Sistematização da Assistência de Enfermagem e ao relacionamento com a equipe multiprofissional; as atividades mais prazerosas foram assistência direta ao paciente, avaliação do paciente e implementação da sistematização; as atividades menos prazerosas foram as rotinas administrativas e burocráticas, justificativa de queixas/resolução de problemas e realização de escalas de funcionários..
Conclusão:
As atividades assistenciais foram as mais realizadas, comparadas às atividades administrativas na rotina diária do enfermeiro, sendo também as mais prazerosas, segundo a opinião dos próprios profissionais.

Atividades assistenciais e administrativas do enfermeiro na clínica médico-cirúrgica

596

Comentários