einstein (São Paulo). 01/dez/2016;14(4):468-72.

Avaliação das habilidades em laparoscopia dos residentes de Ginecologia e Obstetrícia após programa de treinamento

Carla Ferreira Kikuchi Fernandes, José Maria Cordeiro Ruano, Lea Mina Kati, Alberto Sinhiti Noguti, Manoel João Batista Castello Girão, Marair Gracio Ferreira Sartori

DOI: 10.1590/s1679-45082016ao3752

RESUMO
Objetivo
Avaliar a habilidade laparoscópica dos residentes do terceiro ano de residência médica em Ginecologia e Obstetrícia após treinamento em um centro de treinamento e experimentação cirúrgica.
Métodos
Aplicação de questionário de forma prospectiva analisando dados demográficos, da residência médica, da habilidade, da competência e do treinamento em caixa preta e em porcas.
Resultados
Após o treinamento, houve melhora da habilidade em laparoscopia de forma significativa na avaliação dos residentes (antes 1,3/depois 2,7; p=0,000) e preceptores (antes 2,1/depois 4,8; p=0,000). Houve melhora significativa na sensação de competência em cirurgias de níveis 1 e 2 de dificuldade. Todos os residentes aprovaram o treinamento.
Conclusão
O treinamento dividido em 12 horas de caixa preta e 20 horas em animais trouxe melhora na habilidade em laparoscopia e na sensação de melhora na competência cirúrgica em cirurgias laparoscópicas de níveis 1 e 2.

Avaliação das habilidades em laparoscopia dos residentes de Ginecologia e Obstetrícia após programa de treinamento

70

Comentários