einstein (São Paulo). 01/abr/2017;15(2):173-7.

Avaliação da condição e risco periodontal em pacientes com doença renal crônica em hemodiálise

Yeon Jung Kim, Luciana Martins de Moura, Christiane Peres Caldas, Caroline Perozini, Gilson Fernandes Ruivo, Debora Pallos

DOI: 10.1590/S1679-45082017AO3867

RESUMO

Objetivo

Traçar um perfil das condições periodontais de pacientes com doença renal crônica em hemodiálise e seu risco periodontal.

Métodos

Foram incluídos no estudo 115 pacientes em hemodiálise. Os parâmetros clínicos periodontais avaliados foram: índice de placa, índice gengival, profundidade de sondagem e perda de nível de inserção clínico. Os pacientes foram classificados de acordo com a presença e a gravidade da doença periodontal, bem como de acordo com o risco periodontal.

Resultados

Quanto aos parâmetros clínicos, 107 pacientes dentados (93%) apresentaram média de índice de placa de 1,53±0,78 e gengival de 0,95±0,85, profundidade de sondagem de 2,2±0,6mm e nível de inserção clínica de 3,18±1,75mm. Em relação à doença periodontal, 1 (0,94%) era saudável, 55 (51,40%) apresentavam periodontite leve, 28 (26,17%) moderada e 23 (21,49%) avançada. Com relação ao risco, dos 107 pacientes, 37 apresentavam risco baixo, 35 moderado e 35 alto. Os pacientes com doença periodontal avançada apresentaram 104,5 vezes mais chance de ter alto risco comparado ao baixo (odds ratio: 104,5; IC95%: 10,7-1017,2; p<0,0001).

Conclusão

A maioria dos pacientes com doença renal crônica apresentou doença periodontal, indicando um processo infeccioso e inflamatório crônico, que pode influenciar na condição sistêmica. Evidencia-se a necessidade de uma abordagem preventiva e intervencionista nesta população, enfatizando a importância da saúde bucal. A avaliação do risco periodontal seria uma ferramenta na elaboração de terapias periodontais individualizadas para uma melhor condição de saúde geral.

Avaliação da condição e risco periodontal em pacientes com doença renal crônica em hemodiálise

Comentários