einstein (São Paulo). 01/set/2010;8(3):298-302.

Análise das possíveis interações entre medicamentos e alimento/nutrientes em pacientes hospitalizados

Everton Moraes Lopes, Rumão Batista Nunes de Carvalho, Rivelilson Mendes de Freitas

DOI: 10.1590/s1679-45082010ao1672

RESUMO
Objetivos: Avaliar as possíveis interações entre os medicamentos e os alimentos/nutrientes das dietas de pacientes do Hospital Regional Justino Luz do município de Picos, Piauí.
Métodos:
A amostra foi constituída por 60 prontuários médicos de pacientes internados analisados para verificar a presença ou não de interações entre os medicamentos e os alimentos/nutrientes das dietas prescritas.
Resultados:
Dos 82 medicamentos prescritos, em todos os períodos, havia 16 (19,5%) com possível interação com a alimentação, totalizando 60 interações entre nutriente/alimentos e medicamentos. Assim, foram identificadas 18 (30%), 10 (17%) e 8 (13%) possíveis interações com o captopril (droga cardiovascular), com o ácido acetilsalicílico (anti-inflamatório) e com a espironolactona (diurético), respectivamente, representando as maiores frequências de interações entre as classes farmacológicas investigadas. Detectou-se também que, do total das interações entre alimentos/nutrientes e medicamentos, 32 (53%) corresponderam a interações com drogas cardiovasculares; 13 (22%) com fármacos anti-inflamatórios, 11 (18%) com agentes diuréticos e 4 (7%) com fármacos que atuam sobre o trato digestório..
Conclusão:
Verificou-se um alto número de interações entre alimentos/nutrientes e medicamentos, reforçando a necessidade do conhecimento prévio dessas interações para que não haja prejuízo no tratamento, aumento do tempo de internação e/ou danos ao estado nutricional dos pacientes.

Análise das possíveis interações entre medicamentos e alimento/nutrientes em pacientes hospitalizados

2.505

Comentários