einstein (São Paulo). 01/dez/2014;12(4):452-8.

Análise comparativa dos efeitos de duas intervenções de fisioterapia respiratória em pacientes com bronquiolite durante o período de internação hospitalar

Renata Remondini, Adriana Zamprônio dos Santos, Giselle de Castro, Cristiane do Prado, Luiz Vicente Ribeiro Ferreira da Silva Filho

DOI: 10.1590/S1679-45082014AO3230

Objetivo
Avaliar e comparar os efeitos de duas intervenções fisioterapêuticas em pacientes com bronquiolite aguda durante internação hospitalar.
Métodos
Estudo prospectivo e randomizado, com amostra de 83 atendimentos de 29 pacientes com idade entre 3 meses e 1 ano internados por bronquiolite aguda. Os pacientes foram randomizados em dois grupos: Grupo 1, submetido à drenagem postural, tapotagem e aspiração nasotraqueal; e Grupo 2, submetido à drenagem postural, aceleração do fluxo expiratório e aspiração nasotraqueal. Foram realizadas avaliações antes e 10 e 60 minutos após o término da fisioterapia. Os pacientes também foram submetidos a tratamento medicamentoso. O objetivo foi comparar duas intervenções fisioterapêuticas quanto à melhora clínica de lactentes com bronquiolite aguda por meio da saturação periférica de oxigênio e do escore Respiratory Distress AssessmentInstrument. Um questionário sobre o tratamento ministrado foi aplicado ao responsável, antes da última avaliação, para mensurar a satisfação dos mesmos em relação às intervenções.
Resultados
Os grupos foram similares em relação ao uso de antibiótico e broncodilatador. Observamos um número maior de pacientes que utilizaram corticoide no Grupo 2. Observou-se melhora significante no escoreRespiratory Distress Assessment Instrument com o tratamento fisioterapêutico, com redução do mesmo, 10 minutos após as intervenções e manutenção dos valores 60 minutos após, sem diferenças entre as técnicas empregadas. Não houve variação significativa da oximetria de pulso após o atendimento fisioterapêutico. A maioria dos itens avaliados pelo questionário teve respostas satisfatórias.
Conclusão
Não foram observadas diferenças entre os grupos em relação aos itens avaliados (tempo necessário para o paciente atingir alta do estudo, oximetria de pulso em ar ambiente e gravidade da doença pelo escoreRespiratory Distress Assessment Instrument). O questionário teve respostas favoráveis dos pais sobre efeitos da fisioterapia na maioria dos itens, tanto para a técnica aceleração do fluxo expiratório quanto para a tapotagem.

Análise comparativa dos efeitos de duas intervenções de fisioterapia respiratória em pacientes com bronquiolite durante o período de internação hospitalar

65

Comentários