23 results

Tratamento com anticorpos específicos previne reativação por citomegolovírus após transplantes

A infecção por citomegalovírus e sua reativação são fenômenos frequentes após transplante de órgãos sólidos e de células-tronco hematopoiéticas, com impacto significante nos resultados do procedimento. Em um modelo experimental em camundongos e transplante de células-tronco hematopoiéticas, uma infusão de anticorpos anticitomegolovírus da cepa, que estava presente, foi protetora. É necessário que os anticorpos sejam específicos para a cepa presente. O uso de imunoglobulina comercial já foi tentado como profilático e terapêutico em transplantes de medula, mas não mostrou eficiência […]

Precisamos desenvolver novos antibióticos

Cada vez mais temos bactérias multirresistentes, o que torna insuficiente nosso armamentário antibacteriano. Algumas infecções são causadas por germes que respondem a apenas um antibiótico − ou a nenhum. Novos antibióticos são uma necessidade, mas não são drogas lucrativas: usamos antibióticos, no máximo, por 2 semanas, com raras exceções, e cada vez tendemos a usá-los por menos tempo. As comissões de controle da infecção hospitalar querem exatamente o que seu título diz: controlar o uso de novos antibióticos para dilatar […]

Carga viral do HIV e transmissibilidade da infecção pelo HIV: não detectável significa não transmissibilidade

Existem muitas evidências de que a carga viral não detectável, que significa menos de 200 copias genômicas/mL, define este paciente como não capaz de transmitir sua infecção para outra pessoa. Este pequeno artigo de revisão insiste que todas as pessoas com HIV devem ser tratadas e controlar sua carga viral, como medida de saúde publica, além de tratamento. Se isto for feito amplamente, podemos deter a epidemia de HIV. Eisinger RW, Dieffenbach CW, Fauci AS. HIV viral load and transmissibility […]

É possível trocar o tratamento antibiótico endovenoso por oral, mesmo em endocardites e infecções ósseas ou de articulações

Iversen e seu grupo, na Dinamarca, estudaram 400 pacientes com endocardite do lado esquerdo, comparando a evolução em dois grupos após randomização, sendo um que fez o habitual tratamento com antibióticos endovenosos por prazo longo e outro que, após 10 dias de antibióticos por via endovenosa, passou a antibióticos orais.(1) Não houve inferioridade e, curiosamente, os efeitos colaterais dos antibióticos ocorreram na mesma proporção nos dois grupos. Ho-Kwong e seu grupo fizeram um estudo maior, usando 1.554 pacientes randomizados em […]

Infecção aguda e infarto do miocárdio

O risco de infarto do miocárdio após infecção é conhecido e da ordem de 7 a 8% dos pacientes internados com pneumonia pneumocócica. O risco de infarto é maior logo no início do quadro infeccioso franco, proporcional à gravidade da pneumonia, e persiste nestes níveis por pelo menos 5 semanas. Esse risco cai lentamente após este período, mas persiste até por anos. A explicação deste fato é complexa. Alguns casos poderiam ser por infarto tipo 2, nos quais há aterosclerose […]

Bacteremias por germes Gram-negativos multirresistentes

A resistência de germes Gram-negativos simultânea a todos os carbapenens, a todos os outros betalactâmicos e a todas as fluoroquinolonas constitui o que os autores chamam de “bacteremias por Gram-negativos difíceis de tratar”. Em estudo realizado em 173 hospitais norte-americanos e 45.011 bacteremias por Gram-negativos, 471 (1%) se enquadraram nesta definição de bacteremia difícil de tratar: 79% destes pacientes receberam aminoglicosídeos, polimixinas ou tigeciclina. A mortalidade nestes pacientes foi de 43,3%, ou seja, mais alta que na resistência apenas a […]

O futuro da medicina nos tempos da inteligência artificial

Nesta edição do Lancet, Chilamkurthy et al. mostram resultados impressionantes usando máquinas capazes de aprender a interpretar tomografias de cabeça. A sensibilidade dos algoritmos usando estas máquinas foi comparável à interpretação de radiologistas experientes: a especificidade foi algo, mas muito pouco, menor. Esses algoritmos, no futuro, poderão ser mais rápidos e mais baratos que os médicos… Ainda não foram feitos ensaios clínicos comparando diretamente o desempenho destes algoritmos e de médicos. Serão feitos, mais cedo ou mais tarde – provavelmente […]

Tatus como vetores da hanseníase

A transmissão zoonótica de Mycobacterium leprae de tatus para humanos foi descrita nos Estados do sul dos Estados Unidos, principalmente no Texas, na Luisiana e na Flórida. Tatus são consumidos em vários locais do Brasil, sendo servido inclusive um tipo de ceviche feito com fígado de tatu cru. Neste estudo, os pesquisadores constataram material nucleico de M. leprae por PCR em 10 de 16 tatus capturados, além da presença de um anticorpo contra um antígeno específico de M. leprae, um […]

Tempo de isolamento de pacientes com tuberculose

Uma das dificuldades do manejo da tuberculose em pacientes hospitalizados é a manutenção do tempo de isolamento. O método diagnóstico padrão-ouro é a cultura negativa para Mycobacterium tuberculosis. A cepa bacilo ácido-resistente pode continuar positiva mesmo com bactéria inviável, o que pode acarretar em maior tempo de isolamento do paciente do que necessário. As características morfológicas do bacilo são úteis: ruptura da bactéria com lacunas na coloração que, provavelmente, são bactérias mortas, mas esta informação raramente é utilizada para definir […]

Determinação laboratorial da ADAMS 13

ADAMS13 é uma metaloproteína que consome multímeros gigantes do fator de von Willebrand. Deficiências graves desta metaloproteína causadas por autoanticorpos ou mediadas por complemento, como na síndrome hemolítico-urêmica, levam a quadro generalizado de tromboses na microcirculação e à anemia por lesão mecânica das hemácias nos trombos. Geralmente, a dosagem da ADAMS13 não está disponível em laboratórios clínicos e pode ser feita por meio da avaliação de sua atividade ou da dosagem de antígeno. Em casos de púrpura trombocitopênica trombótica ou […]

1 2 3