einstein (São Paulo). 03/mar/2015;13(1):27-33.

O tabagismo e o fumo passivo estão relacionados com a variabilidade da frequência cardíaca em adolescentes homens?

Renata Melo Gondim, Breno Quintella Farah, Carolina da Franca Bandeira Ferreira Santos, Raphael Mendes Ritti-Dias

DOI: 10.1590/S1679-45082015AO3226

Objetivo
Analisar a relação entre o tabagismo e o fumo passivo com os parâmetros da variabilidade da frequência cardíaca em adolescentes do sexo masculino.
Métodos
A amostra foi composta por 1.152 adolescentes, do sexo masculino, com idade entre 14 e 19 anos. Dados referentes ao hábito de fumar e ao fumo passivo foram coletados por questionário. Os intervalos RR foram obtidos por meio de um cardio frequencímetro na posição supina durante 10 minutos. Após a coleta dos intervalos RR, os parâmetros da variabilidade da frequência cardíaca do domínio do tempo (desvio padrão de todos os intervalos RR, raiz quadrada da média do quadrado das diferenças entre os intervalos RR normais adjacentes e percentagem dos intervalos adjacentes com mais de 50ms) e da frequência (bandas de baixa e alta frequência e balanço simpatovagal) foram obtidos.
Resultados
Os parâmetros da variabilidade da frequência cardíaca entre adolescentes tabagistas e não tabagistas não apresentaram diferenças significantes (p>0,05). Da mesma forma, a comparação entre expostos e não expostos ao fumo passivo em relação aos parâmetros da variabilidade da frequência cardíaca também não apresentou diferenças significantes (p>0,05).
Conclusão
O tabagismo e o fumo passivo não estão relacionados com a variabilidade da frequência cardíaca na adolescência.

O tabagismo e o fumo passivo estão relacionados com a variabilidade da frequência cardíaca em adolescentes homens?

46

Comentários