einstein (São Paulo). 01/abr/2011;9(2 Pt 1):145-50.

Mieloma múltiplo: experiência de cinco anos em um Hospital Universitário

Juliana Todaro, Jandey Bigonha, Davimar Miranda Maciel Borducchi, Leandro Luongo Matos, Damila Cristina Trufelli, Suzane Martines Alves de Sales, Marina Rampazzo Del Valhe Shiroma, Auro del Giglio

DOI: 10.1590/S1679-45082011AO2006

RESUMO

Objetivo:

Apresentar uma análise descritiva de pacientes com diagnóstico de mieloma múltiplo, correlacionando à mortalidade.

Métodos:

Estudo retrospectivo que analisou pacientes consecutivos com diagnóstico de mieloma múltiplo, em seguimento na Faculdade de Medicina do ABC, entre os anos de 2006 a 2010.

Resultados:

A mediana de idade foi de 58,5 anos. A anemia foi observada ao diagnóstico de 87% dos pacientes, hipercalcemia em 38% e níveis de creatinina superior a 2 mg/dL em 19%. A proteína M foi detectada em 85,7%. A taxa de sobrevida em 5 anos foi de 74,6%. A análise multivariada demonstrou significância estatística para o estadiamento de Durie-Salmon (p = 0,037). O International Staging System e o tipo de imunoglobulina não se correlacionaram significativamente com a sobrevida do grupo.

Conclusão:

Esta casuística de um serviço público terciário reflete a abordagem do mieloma múltiplo em uma população predominantemente jovem e com estadiamento clínico avançado, com resultados comparáveis aos da literatura.

Mieloma múltiplo: experiência de cinco anos em um Hospital Universitário

Comentários