einstein (São Paulo). 01/set/2012;10(3):318-22.

Estudo psicométrico da Escala de Avaliação de Demência e sua aplicabilidade em instituições de longa permanência no Brasil

Alessandro Ferrari Jacinto, Ana Cristina Procópio de Oliveira Aguiar, Fabio Gazelato de Melo Franco, Miriam Ikeda Ribeiro, Vanessa de Albuquerque Citero

DOI: 10.1590/S1679-45082012000300011

Objetivo:
Avaliar a sensibilidade e a especificidade diagnósticas, e a concordância da Escala de Avaliação de Demência, com diagnóstico clínico de comprometimento cognitivo, e compará-las com as do Miniexame do Estado Mental.
MÉTODOS:
Oitenta e seis idosos de uma instituição de longa permanência foram convidados a participar do estudo e, destes, 58 concordaram em fazê-lo. A avaliação continha Miniexame do Estado Mental e Escala de Avaliação de Demência. O diagnóstico clínico de comprometimento cognitivo foi realizado por especialistas que utilizaram os critérios do DSM-IV. Escores da Escala de Avaliação de Demência e do Miniexame do Estado Mental foram correlacionados e suas sensibilidade e especificidade, obtidas.
RESULTADOS:
Vinte e dois (37,9%) idosos tinham comprometimento cognitivo (8,6% apresentaram comprometimento cognitivo leve e 29,3% demência). O Miniexame do Estado Mental e a Escala de Avaliação de Demência classificaram 31% e 55,2% como apresentando comprometimento cognitivo. Os escores da Escala de Avaliação de Demência e do Miniexame do Estado Mental tiveram uma forte correlação. A Escala de Avaliação de Demência teve uma sensibilidade maior do que o Miniexame do Estado Mental (86,4% versus 61,9%) e a especificidade foi menor (63,9% versus 86,5%). A concordância diagnóstica da Escala de Avaliação de Demência e do Miniexame do Estado Mental com a o diagnóstico clínico foi similar.
CONCLUSÃO:
A Escala de Avaliação de Demência mostrou uma sensibilidade maior na detecção de comprometimento cognitivo na população estudada e poderia ser um instrumento útil para aplicação em instituições de longa permanência.

Estudo psicométrico da Escala de Avaliação de Demência e sua aplicabilidade em instituições de longa permanência no Brasil

49

Comentários