einstein (São Paulo). 08/dez/2017;00(00):00.

Descrição e avaliação de modelos experimentais para transplante uterino em suínos

Emerson de Oliveira, Kelly Alessandra da Silva Tavares, Mariano Tamura Vieira Gomes, Alcides Augusto Salzedas-Netto, Marair Gracio Ferreira Sartori, Rodrigo Aquino Castro, César Eduardo Fernandes, Manoel João Batista Castello Girão

DOI: 10.1590/S1679-45082017AO4066

RESUMO

Objetivo:

Avaliar a técnica de transplante uterino e o uso de drogas no processo de imunossupressão.

Métodos:

Foram incluídas 12 porcas, sendo realizada imunossupressão com doses mínimas de ciclosporina, e prova cruzada para afastar a possibilidade de incompatibilidade sanguínea. Realizou-se, na doadora, histerectomia sob anestesia geral, com a retirada, em monobloco, da aorta e da veia cava inferior, de tal forma que, na receptora, fosse possível realizar a anastomose com estes vasos.

Resultados:

Foram realizados seis experimentos e, no pós-operatório imediato, houve boa reperfusão em cinco animais. Entretanto, no sétimo dia de pós-operatório, as análises histológicas demonstraram rejeição em cinco deles.

Conclusão:

O modelo experimental de transplante uterino é factível, mas a monitorização das doses de imunossupressores é importante, a fim de impedir os episódios de rejeição.

Descrição e avaliação de modelos experimentais para transplante uterino em suínos

Comentários