einstein (São Paulo). 06/abr/2018;16(1):eRC4015.

Aspectos de imagens em exames de ressonância magnética de tumores hepáticos tratados com radioterapia interna seletiva transarterial com ítrio-90

Breno Boueri Affonso, Joaquim Maurício da Motta-Leal-Filho, Francisco de Assis Cavalcante Jr., Francisco Leonardo Galastri, Rafael Noronha Cavalcante, Priscila Mina Falsarella, Felipe Nasser, Rodrigo Gobbo Garcia

DOI: 10.1590/S1679-45082017RC4015

RESUMO

A radioterapia interna seletiva transarterial com ítrio-90, também conhecida como radioembolização, é uma terapia baseada na administração de microesferas de resina ou vidro carregadas com o radioisótopo ítrio-90, via cateterismo arterial seletivo dos vasos nutridores do tumor. É classificada como um tipo de terapia locorregional e seu principal objetivo é tratar pacientes portadores de lesões hepáticas primárias ou secundárias irressecáveis e não responsivas a outras terapias. Por se tratar de uma nova tecnologia, portanto ainda restrita a pouquíssimos hospitais no Brasil (ainda que utilizada em todo país), é necessário demonstrar os principais aspectos de imagem das lesões hepáticas tratadas com radioterapia interna seletiva transarterial encontrados em exame de ressonância magnética, além de delinear considerações específicas de interpretação destas imagens. O objetivo deste relato é demonstrar os principais aspectos encontrados em ressonância magnética de lesões hepáticas irressecáveis, primárias ou secundárias, de pacientes submetidos à radioterapia interna seletiva transarterial.

Aspectos de imagens em exames de ressonância magnética de tumores hepáticos tratados com radioterapia interna seletiva transarterial com ítrio-90

Comentários