einstein (São Paulo). 01/mar/2014;12(1):90-5.

Análise do índice de cessação do tabagismo e perfil de ex-fumantes residentes em Belo Horizonte e Região Metropolitana

Luana Maria Oliveira Claudino, Mery Natali Silva Abreu

DOI: 10.1590/S1679-45082014GS2899

Objetivo:
Estimar o índice de cessação do tabagismo e identificar possíveis fatores associados.
Métodos
: Foram considerados os indivíduos da Região Metropolitana de Belo Horizonte (MG) com 15 anos de idade ou mais, que responderam ao questionário da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios no suplemento sobre tabagismo (n=1.297). Foi realizada estimativa do índice de cessação do tabaco com respectivo intervalo de confiança de 95%. Para verificar fatores associados à cessação do tabagismo, realizou-se o teste χ2 de Pearson ou t Student.
Resultados
: O índice geral de cessação do tabaco foi de 56,7% (intervalo de confiança de 95%: 52,3-61,1), sendo de 57,7% entre os homens e de 55,5% entre as mulheres. Os fatores associados à cessação foram maior idade e renda. Entre os 19 indivíduos que pararam de fumar há menos de 12 meses, 52,6% foram atendidos por médico ou profissional de saúde nos últimos 12 meses, dos quais 60% foram aconselhados a parar de fumar, mas apenas 1 (16,7%) foi aconselhado no Sistema Único de Saúde.
Conclusão
: Apesar dos altos índices de cessação do tabagismo, os métodos disponibilizados pelo Sistema Único de Saúde não apresentaram bons resultados. Faz-se necessário um aumento dos programas de saúde que têm como objetivo a redução do percentual de fumantes na população. Tais medidas podem repercutir positivamente a longo prazo, na redução das taxas de mortalidade e morbidade associadas ao tabagismo e nos custos para os serviços de saúde.

Análise do índice de cessação do tabagismo e perfil de ex-fumantes residentes em Belo Horizonte e Região Metropolitana

32

Comentários