2 results

Fístula intestinal após ingestão de magnetos

Maurício Macedo, Manoel Carlos Prieto Velhote, Rafael Forti Maschietto, Renata Dejtiar Waksman

DOI: 10.1590/S1679-45082013000200018

A ingestão acidental de corpo estranho magnético tem sido mais observada, devido à disponibilidade cada vez maior de brinquedos e objetos com imãs. A maioria deles é eliminada pelo trato digestivo espontaneamente. Porém, a ingestão de duas ou mais peças podem desencadear situações de resolução cirúrgica. Relatamos aqui o caso de uma menina de 18 meses que desenvolveu fístula intestinal após a ingestão de 2 peças imantadas.

Magnetohipertermia para o tratamento de gliomas: estudos experimentais e clínicos

André César da Silva, Tiago Ribeiro Oliveira, Javier Bustamante Mamani, Suzana Mária Fleury Malheiros, Lorena Favaro Pavon, Tatiana Taís Sibov, [...]

DOI: 10.1590/s1679-45082010rw1757

RESUMOGliomas compõem um grupo de tumores primários heterogêneos do sistema nervoso central (SNC) derivados de células gliais. Gliomas malignos representam a maioria dos tumores primários malignos do SNC e estão associados a índices altos de morbidade e mortalidade. Glioblastoma é o glioma mais frequente e maligno e, apesar dos avanços recentes no diagnóstico e das novas opções de tratamento, seu prognóstico permanece obscuro. Novas oportunidades para o desenvolvimento de terapias efetivas para gliomas malignos são urgentemente necessárias. A magnetohipertermia, a […]