einstein (São Paulo). 01/maio/2015;13(3):430-4.

Tratamento ambulatorial dos transtornos do sono em pacientes com doença de Alzheimer

Francisca Magalhães Scoralick, Einstein Francisco Camargos, Marco Polo Dias Freitas, Otávio Toledo Nóbrega

DOI: 10.1590/S1679-45082015RW3021

Os transtornos do sono são comuns nos pacientes com doença de Alzheimer e interferem na qualidade de vida do paciente e de seu cuidador. Apesar da alta prevalência desses transtornos, existe pouca evidência em relação ao seu tratamento. Nosso objetivo foi revisar a literatura em relação ao tratamento não farmacológico e farmacológico dos transtornos do sono nos idosos com doença de Alzheimer em comunidade. Os tratamentos incluídos consistiram na higiene do sono e/ou no uso da luz intensa, combinados ou não com o uso da melatonina, nos inibidores de acetilcolinesterases, antipsicóticos, hipnóticos ou antidepressivos. Para além das medidas não farmacológicas, há evidência de que o uso da trazodona é efetivo no tratamento dos transtornos do sono de pacientes com doença de Alzheimer. Mais estudos sobre as estratégias farmacológicas e não farmacológicas aqui revisadas ou outras são desejáveis.

Tratamento ambulatorial dos transtornos do sono em pacientes com doença de Alzheimer

91

Comentários