einstein (São Paulo). 01/jun/2016;14(2):235-77.

Efetividade de intervenções psicossociais em transtornos alimentares: um panorama das revisões sistemáticas Cochrane

Marcelle Barrueco Costa, Tamara Melnik

DOI: 10.1590/S1679-45082016RW3120

RESUMO
Transtornos alimentares são doenças psiquiátricas originadas de e perpetuadas por fatores individuais, familiares e socioculturais. A abordagem psicossocial é essencial para o tratamento e a prevenção de recaídas. Apresentar uma visão geral das evidências científicas sobre a efetividade das intervenções psicossociais no tratamento de transtornos alimentares. Foram incluídas todas as revisões sistemáticas publicadas no Banco de Dados de Revisões Sistemáticas da Cochrane Library. Posteriormente, a partir da data menos recente destas revisões (2001), realizou-se uma busca adicional no PubMed, com estratégia de busca sensibilizada e com os mesmos descritores utilizados antes. No total, foram incluídos 101 estudos primários e 30 revisões sistemáticas (5 revisões sistemáticas da Cochrane), metanálises, diretrizes ou revisões narrativas da literatura. Os principais desfechos foram remissão de sintomas, imagem corporal, distorção cognitiva, comorbidade psiquiátrica, funcionamento psicossocial e satisfação do paciente. A abordagem cognitivo-comportamental foi o tratamento mais efetivo, principalmente para bulimia nervosa, transtorno da compulsão alimentar periódica e síndrome do comer noturno. Para anorexia nervosa, a abordagem familiar demonstrou maior efetividade. Outras abordagens efetivas foram psicoterapia interpessoal, terapia comportamental dialética, terapia de apoio e manuais de autoajuda. Além disso, houve um número crescente de abordagens preventivas e promocionais que contemplaram fatores de risco individuais, familiares e sociais, sendo promissoras para o desenvolvimento da autoimagem positiva e autoeficácia. São necessários mais estudos que avaliem o impacto de abordagens multidisciplinares em todos transtornos alimentares, além da relação custo-efetividade de algumas modalidades efetivas, como a terapia cognitivo-comportamental.

Efetividade de intervenções psicossociais em transtornos alimentares: um panorama das revisões sistemáticas Cochrane

188

Comentários