Uso de fluorquinolona e risco de aneurisma e dissecção de aorta: estudo nacional de coorte

Utilizando os excelentes registros médicos da Suécia, todos os prontuários de pacientes tratados com fluorquinolonas entre julho de 2006 e dezembro de 2013 foram analisados. Dentro do período de 60 dias depois do uso da fluorquinolona, a razão de aneurisma de aorta de dissecção aórtica foi de 1,2/1.000 indivíduos comparada a 0,7/1.000 indivíduos que usaram amoxilina. O tamanho de ambas as amostras é impressionante: 360.088 usuários da fluorquinolona (78% ciprofloxacina) e 360.088 usuários de amoxilina. O risco relativo para aneurisma de aorta e dissecção aórtica foi 1,66%, com intervalo de confiança de 1,12% a 2,46%. O conhecido risco de ruptura do tendão de Aquiles também foi alto 15 a 30 dias depois do uso da fluorquinolona. Os autores sugerem que aumento da regulação de metaloproteinases pode ter relação com o achado.

 

Pasternak B, Inghammar M, Swabström H. Flouroquine use and risk of aortic aneurysm and dissection: nationwide cohort study. BMJ. 2018;360:k678. http://doi 10.1136/bmj.k678.

Uso de fluorquinolona e risco de aneurisma e dissecção de aorta: estudo nacional de coorte

Comentários