Tempo de isolamento de pacientes com tuberculose

Uma das dificuldades do manejo da tuberculose em pacientes hospitalizados é a manutenção do tempo de isolamento. O método diagnóstico padrão-ouro é a cultura negativa para Mycobacterium tuberculosis. A cepa bacilo ácido-resistente pode continuar positiva mesmo com bactéria inviável, o que pode acarretar em maior tempo de isolamento do paciente do que necessário. As características morfológicas do bacilo são úteis: ruptura da bactéria com lacunas na coloração que, provavelmente, são bactérias mortas, mas esta informação raramente é utilizada para definir o tempo de isolamento. Neste estudo, realizado no Zuckerberg San Francisco General Hospital and Trauma Center, os autores incluíram 234 pacientes.  O método molecular GeneXpert foi adotado para definir o estado não contagioso da tuberculose em pacientes isolados por tuberculose. Não foi observado resultado molecular falso-positivo. Os testes moleculares mostraram excelente concordância de resultados com a cultura, diagnosticando corretamente todos os sete pacientes positivos. Interromper o isolamento apresenta diversos benefícios, como possibilitar os pacientes de receber alta precocemente e reduzir as implicações psicológicas do isolamento.

 

Chaisson LH, Duong D, Cattamanchi A, Marguerite Roemer BA, Handley MA, Schillinger D, et al. Association of rapid molecular testing with duration of respiratory isolation for patients with possible tuberculosis in a US Hospital. JAMA Inter Med. 2018;(Suppl E 1-E8). http://doi10.1001/jamainternmed.2018.3638

Tempo de isolamento de pacientes com tuberculose

Comentários