Novo método de prever a data do parto

Sabemos que a ultrassonografia e alguns testes feitos no sangue da mãe informam sobre o desenvolvimento fetal e a idade gestacional, mas os testes disponíveis hoje não preveem o parto prematuro e nem a data do nascimento. Ngo et al., em uma amostra pequena de 31 mães saudáveis, com parto a termo, demonstraram que a dosagem de RNA livre no sangue, originário do fígado fetal e da placenta, é capaz de avaliar o desenvolvimento fetal e prever a data do parto bem melhor que o cálculo baseado no último período menstrual. A amostra pequena, porém, não permite extrapolação, sendo necessários estudos com grupos maiores, para o que parece ser um progresso real em obstetrícia.

 

Ngo TTM, Moufarrej MN, Rasmussen ML, Camunas-Soler J, Pan W, Okamoto J, et al. Nonivansive blood tests for fetal development predict gestational age and pre term delivery. Science. 2018;360(6393):1133-6. https://doi.org/10.1126/science.aar3819

Novo método de prever a data do parto

Comentários