Impacto dos efeitos tardios da radiação em crianças sobreviventes de câncer

“[…]As crianças sobreviventes ao tratamento de câncer estão expostas a diversos efeitos tardios, como hipotireoidismo, deficiência de GH, obesidade, diabetes mellitus, infertilidade, perda auditiva, disfunção de diversos órgãos, como pulmão, coração, rim e bexiga, além do desenvolvimento de segunda neoplasia. Assim, devemos enfatizar a importância de um seguimento precoce e regular aos pacientes expostos à radiação na infância mesmo em baixas doses, a fim de possibilitar o diagnóstico e o tratamento desses efeitos colaterais, resultando em uma melhor qualidade de vida.”

Coura CF, Modesto PC. Impacto dos efeitos tardios da radiação em  crianças sobreviventes de câncer: revisão integrativa. ​einstein (São Paulo). 2016;14(1):71-6.

 

Impacto dos efeitos tardios da radiação em crianças sobreviventes de câncer

Comentários