Volume 10, Número 2, abril/junho 2012

Avaliação da marcação de células-tronco mesenquimais de cordão umbilical com nanopartículas superparamagnéticas de óxido de ferro recobertas com Dextran e complexadas a Poli-L-Lisina

Tatiana Taís Sibov, Liza Aya Mabuchi Miyaki, Javier Bustamante Mamani, Luciana Cavalheiro Marti, Luiz Roberto Sardinha, Lorena Favaro Pavon, [...]

DOI: 10.1590/S1679-45082012000200011

Objetivo:O objetivo deste estudo foi avaliar o efeito da marcação de células-tronco mesenquimais obtidas da parede da veia do cordão umbilical com nanopartículas de óxido de ferro superparamagnéticas recobertas com dextran e complexadas a um agente transfector não viral denominado de Poli-L-Lisina.MÉTODOS:A marcação das células-tronco mesenquimais foi realizada utilizando as nanopartículas de óxido de ferro superparamagnéticas recobertas com dextran complexadas e não complexadas a Poli-L-Lisina. As nanopartículas de óxido de ferro superparamagnéticas recobertas com dextran foram incubadas com o Poli-L-Lisina […]

Estudo de internalização e viabilidade de nanopartículas multimodal para marcação de células-tronco mesenquimais de cordão umbilical humano

Liza Aya Mabuchi Miyaki, Tatiana Tais Sibov, Lorena Favaro Pavon, Javier Bustamante Mamani, Lionel Fernel Gamarra

DOI: 10.1590/S1679-45082012000200012

Objetivo:Analisar a estabilidade das nanopartículas magnéticas multimodais-Rhodamine B em meios de cultura para marcação celular e, consequentemente, estabelecer o estudo de detecção intracelular de nanopartículas magnéticas multimodais-Rhodamine B nas células marcadas, avaliando a viabilidade celular nas concentrações de 10µg Fe/mL e 100µg Fe/mL.MÉTODOS:Foram realizados: análise da estabilidade das nanopartículas magnéticas multimodais-Rhodamine B em meios de cultura diferentes; marcação das células-tronco mesenquimais com nanopartículas magnéticas multimodais-Rhodamine B; detecção intracelular das nanopartículas magnéticas multimodais-Rhodamine B nas células-tronco mesenquimais e avaliação da viabilidade […]

Isolamento, cultivo e caracterização de células-tronco CD133+ de glioblastoma humano

Lorena Favaro Pavon, Luciana Cavalheiro Marti, Tatiana Tais Sibov, Liza Aya Mabuchi Miyaki, Suzana Maria Fleury Malheiros, Javier Bustamante Mamani, [...]

DOI: 10.1590/S1679-45082012000200013

Objetivo:Estabelecer o método de isolamento e cultivo das neuroesferas de glioblastoma humano, bem como purificação de suas células-tronco, seguido do processo de obtenção de subesferas tumorais, caracterizando imunofenotipicamente esse conjunto clonogênico.MÉTODOS:Por meio do processamento de amostras de glioblastomas (n=3), cumpriu-se a seguinte estratégia de ação: (i) estabelecimento da cultura primária de glioblastoma; (ii) isolamento e cultura de neuroesferas tumorais; (iii) purificação das células que iniciam os tumores (CD133+) por sistema de separação magnética (MACS); (iv) obtenção subesferas tumorais; (v) estudo […]

Determinação de um método de extração de coenzima Q10 em plasma humano: otimização do uso de surfactantes e outras variáveis

Claudia Cristina Ferreiro-Barros, Eduardo Kinio Sugawara, Livia Rentas Sanches

DOI: 10.1590/S1679-45082012000200014

Objetivo:Estabelecer uma rotina de extração dos níveis totais de CoQ10 em plasma humano por meio da análise por Cromatografia Líquida de Ultra Alta Eficiência (UHPLC).MÉTODOS:foram testados dois protocolos de extração: a) metanol:hexano e b) 1-propanol. Os seguintes parâmetros foram analisados: temperatura de extração (19ºC e 4ºC), tubos de extração (vidro e polipropileno), surfactantes (SDS, Triton X-100, Tween-20) em diferentes concentrações 1%, 3%, 5% e 10%.RESULTADOS:Os resultados mostraram que o método de extração de CoQ10 em amostra de plasma humano, a […]

SPEM: o estado da arte em instrumentação para imagem molecular de alta resolução de órgãos de pequenos animais

Marilia Alves dos Reis, Jorge Mejia, Ilza Rosa Batista, Marycel Rosa Felisa Figols de Barboza, Solange Amorim Nogueira, Jairo Wagner, [...]

DOI: 10.1590/S1679-45082012000200015

Objetivo:Descrever o Single Photon Emission Microscope (SPEM), o estado da arte em tecnologia para SPECT de pequenos animais, e ilustrar seu desempenho com imagens típicas de diferentes órgãos de animais.MÉTODOS:O SPEM consiste em dois dispositivos de imagem independentes que usam cintiladores de alta resolução, câmaras CCD de altas sensibilidade e resolução, e colimadores multiorifício. Durante a aquisição das imagens, o camundongo é posicionado dentro de um tubo vertical rotatório entre os dispositivos imageadores. Posteriormente, um software apropriado, baseado no algoritmo […]

Marcação intracelular e processo de quantificação por imagem por ressonância magnética utilizando nanopartículas magnéticas de óxido de ferro em células da linhagem C6 de glioma de rato

Javier Bustamante Mamani, Lorena Favaro Pavon, Liza Aya Mabuchi Miyaki, Tatiana Tais Sibov, Fabiana Rossan, Paulo Henrique Silveira, [...]

DOI: 10.1590/S1679-45082012000200016

Objetivo:Avaliar a marcação intracelular e o processo de quantificação por imagem por ressonância magnética usando nanopartículas magnéticas à base de óxido de ferro recobertas com materiais biocompatíveis em células da linhagem de glioma de rato C6 em experimentos in vitro. Esses métodos visam orientar ensaios futuros de indução de tumor in vivo, bem como possíveis aplicações da técnica de magneto-hipertermia.MÉTODOS:Na avaliação qualitativa da marcação de células C6, realizada mediante microscopia óptica comum, foram utilizadas nanopartículas magnéticas recobertas com aminosilana, dextrana, […]

Retorno sobre o Investimento Científico – RoSI: uma proposta de índice dinâmico PMO para avaliação de desempenho e gestão de projetos científicos

Cristofer André Caous, Birajara Machado, Cora Hors, Andrea Kaufmann Zeh, Cleber Gustavo Dias, Edson Amaro Junior

DOI: 10.1590/S1679-45082012000200017

OBJETIVOS: Propor um novo índice adaptado de riscos esperados para avaliar, planejar e acompanhar projetos de pesquisa que dependem de financiamento e estrutura adequada para o seu desenvolvimento.MÉTODOS:Uma grade de resultados aceitáveis em relação aos projetos de pesquisa com variáveis complexas foi aplicada como índice para mensurar o desempenho dos projetos. Para sua implementação foram utilizados o índice de ulcer como medida básica para acomodar as seguintes variáveis: custos, fator de impacto de publicação, levantamento de fundos e registro de […]

Síndrome de Sneddon: relato de caso e revisão sobre a relação com a síndrome do anticorpo antifosfolipídio

Livia Almeida Dutra, Pedro Braga-Neto, José Luiz Pedroso, Orlando Graziani Povoas Barsottini

DOI: 10.1590/S1679-45082012000200018

A síndrome de Sneddon é um distúrbio raro caracterizado pela ocorrência de doença cerebrovascular associada a livedo reticular. A síndrome do anticorpo antifosfolipídio é o tipo mais frequente de trombofilia, definida pela ocorrência de trombose ou morbidade gestacional na presença de anticorpos antifosfolípides persistentemente positivos. Aproximadamente 80% dos pacientes com síndrome de Sneddon apresentam um marcador de anticorpo antifosfolipídio. Esses anticorpos podem exercer um papel fisiopatológico em alguns casos de síndrome de Sneddon, e muitos autores consideram essa síndrome e […]

Doença de Krabbe: a importância do diagnóstico precoce para seu prognóstico

Tatiana Suemi Sano

DOI: 10.1590/S1679-45082012000200019

Doença de Krabbe (leucodistrofia de células globoides) é uma leucodistrofia de herança autossômica recessiva causada pela deficiência da enzima galactocerebrosidase. A falta dessa enzima leva ao acúmulo de galactolipídeos que irão promover a morte dos oligodendrócitos e a desmielinização do sistema nervoso central e periférico. Possui duas formas clínicas: de início precoce e de aparecimento tardio. O presente artigo relata um caso da apresentação tardia da doença de Krabbe e discute a importância do diagnóstico precoce para o seu prognóstico.

Astrocitoma pilomixoide intermediário e síndrome diencefálica: aspectos de imagem

Olavo Kyosen Nakamura, Marco da Cunha Pinho, Vicente Odone Filho, Sergio Rosemberg

DOI: 10.1590/S1679-45082012000200020

O astrocitoma pilomixoide, entidade descrita como variante histológica do astrocitoma pilocítico, é um raro tumor primário do sistema nervoso central. Geralmente, localiza-se em topografia hipotálamo-quiasmática, acomentendo crianças com idade média de 10 meses. Apresenta alta taxa de recorrência e disseminação liquórica, podendo se apresentar ao longo de todo o neuroeixo. Dada sua topografia, pode se apresentar com atraso do desenvolvimento na infância e síndrome diencefálica, caracterizada por emagrecimento extremo, ausência de acúmulo de tecido adiposo, hiperatividade motora, euforia e estado […]

1 2 3