Volume 13, Número 4, outubro/dezembro 2015

Características clínicas e de sobrevida global em pacientes oncológicos idosos num centro oncológico terciário

Yuri Philippe Pimentel Vieira Antunes, Diogo Diniz Gomes Bugano, Auro del Giglio, Rafael Aliosha Kaliks, Theodora Karnakis, Lucíola de Barros Pontes

DOI: 10.1590/S1679-45082015AO3067

RESUMOObjetivoAvaliar o perfil epidemiológico e a sobrevida global em uma grande população de indivíduos idosos diagnosticados com tumores sólidos, em um hospital terciário.Métodos Estudo retrospectivo que incluiu pacientes com idade >65 anos, diagnosticados com tumores sólidos entre janeiro de 2007 e dezembro de 2011, no Hospital Israelita Albert Einstein, São Paulo, Brasil. Os prontuários médicos foram revisados para se obterem informações sobre variáveis clínicas e sobrevida global.Resultados Foi identificado um total de 806 pacientes, sendo 58,4% deles do sexo masculino. […]

Estudo comparativo da qualidade de vida de adultos sobreviventes de leucemia linfocítica aguda e tumor de Wilms na infância

Clélia Marta Casellato de Souza, Lilian Maria Cristofani, Ana Lucia Beltrati Cornacchioni, Vicente Odone Filho, Evelyn Kuczynski

DOI: 10.1590/S1679-45082015AO3231

RESUMOObjetivoAnalisar e comparar a qualidade de vida relacionada à saúde de sobreviventes adultos de leucemia linfocítica aguda e tumor de Wilms entre si, e em relação a participantes sadios.Métodos Foram selecionados noventa participantes, acima de 18 anos, os quais foram divididos em três grupos, sendo cada um com 30 sujeitos: Grupo Controle, que contou com indivíduos fisicamente saudáveis, sem histórico oncológico; grupo experimental formado por pacientes que tiveram diagnóstico de leucemia linfocítica aguda; e grupo experimental formado por pacientes que […]

A maioria dos cânceres de intestino delgado são revelados por uma complicação

Ionut Negoi, Sorin Paun, Sorin Hostiuc, Bodgan Stoica, Ioan Tanase, Ruxandra Irina Negoi, [...]

DOI: 10.1590/S1679-45082015AO3380

RESUMOObjetivoCaracterizar o padrão de neoplasias malignas primárias do intestino delgado em um hospital terciário de Leste Europeu.Métodos Estudo retrospectivo de pacientes com câncer de intestino delgado, internados em um hospital terciário e de emergência, ao longo dos últimos 15 anos.Resultados Foram avaliados 57 pacientes com neoplasias malignas gastrintestinais, o que representou 0,039% das admissões e 0,059% das laparotomias realizadas. Total de 37 (64,9%) pacientes masculinos, média de idade de 58 anos, e de 72 anos para mulheres. Dentre os 57 […]

Considerar diâmetro apenas maior que 6mm como suspeita de malignidade de melanoma pode prejudicar pacientes

Renato Santos de Oliveira Filho, Daniel Arcuschin de Oliveira, Murilo Costa Souza, Mariane da Silva, Mireille Darc Cavalcanti Brandão

DOI: 10.1590/S1679-45082015AO3436

RESUMOObjetivoAnalisar a distribuição do maior diâmetro reportado no laudo histopatológico de portadores de melanoma cutâneo.Métodos Os dados foram obtidos de pacientes atendidos de 1994 a 2015. Data, sexo, idade, diâmetro máximo, subtipo histopatológico, sítio primário, espessura microscópica, mitoses, ulceração, fase de crescimento e regressão foram as variáveis estudadas. O estudo foi aprovado pela Comissão Nacional de Ética em Pesquisa na Plataforma Brasil. Os pacientes foram agrupados em diâmetro menor (≤6mm) e maior (>6mm). Análise estatística utilizou o teste χ2 (p

Análise da expressão de glicosaminoglicanos sulfatados no tecido humano neoplásico colorretal e na mucosa não neoplásica por espectrometria de massa por ionização por electrospray

Ana Paula Cleto Marolla, Jaques Waisberg, Gabriela Tognini Saba, Daniel Reis Waisberg, Fernando Beani Margeotto, Maria Aparecida da Silva Pinhal

DOI: 10.1590/S1679-45082015AO3477

RESUMOObjetivoDeterminar a presença de glicosaminoglicanos na matriz extracelular do tecido conjuntivo colorretal neoplásico e não neoplásico, tendo em vista seu papel central no desenvolvimento e na progressão dos tumores.Métodos Amostras de tecidos colorretais neoplásicos e não neoplásicos foram obtidas de 64 pacientes operados com carcinoma colorretal sem metástases a distância. As expressões de heparan sulfato, sulfato de condroitina e sulfato de dermatan e seus fragmentos foram analisadas por espectrometria de massa por ionização por electrospray, com técnica de extração e […]

Temperatura de referência das mamas: proposta de uma equação

Gladis Aparecida Galindo Reisemberger de Souza, Marcos Leal Brioschi, José Viriato Coelho Vargas, Keli Cristiane Correia Morais, Carlos Dalmaso Neto, Eduardo Borba Neves

DOI: 10.1590/S1679-45082015AO3392

RESUMOObjetivoDesenvolver uma equação de estimativa da temperatura de referência das mamas, de acordo com a variação das temperaturas ambiente e central.Métodos Foram avaliadas quatro mulheres assintomáticas durante três ciclos menstruais consecutivos. Mensuraram-se, por termografia, as temperaturas das mamas e ocular, como referência indireta das temperaturas central e ambiente. Para análise do comportamento térmico durante o ciclo as temperaturas das mamas, foram normalizadas com a temperatura central e ambiente por meio de uma equação matemática.Resultados Foram realizadas 180 observações, sendo que […]

Complicações obstétricas e idade materna no parto são preditores de sintomas de transtornos alimentares em estudantes universitários da área da Saúde

Mara Cristina Lofrano-Prado, Wagner Luiz do Prado, Mauro Virgilio Gomes de Barros, Thiago Ricardo dos Santos Tenório, Sandra Lopes de Souza

DOI: 10.1590/S1679-45082015AO3366

RESUMOObjetivoIdentificar a associação entre fatores perinatais/neonatais e sintomas de transtornos alimentares entre estudantes universitários.Métodos Quatrocentos e oito estudantes universitários (283 mulheres), com idade entre 18 e 23 anos, matriculados no primeiro semestre de cursos de Bacharelado na área das Ciências da Saúde foram incluídos na amostra. Sintomas de transtornos alimentares e de insatisfação com a imagem corporal foram avaliados por meio do Eating Attitudes Test e do Bulimic Investigatoty Test of Edinburgh. Informações sobre o peso ao nascer, aleitamento materno, […]

Doenças retinianas em um centro de referência de capital estadual na Amazônia Ocidental

Fernando Korn Malerbi, Nilson Hideo Matsudo, Adriano Biondi Monteiro Carneiro, Claudio Luiz Lottenberg

DOI: 10.1590/S1679-45082015AO3538

RESUMOObjetivoDescrever as doenças de retina encontradas em pacientes que aguardavam tratamento para doenças retinianas em um hospital terciário de Rio Branco, Acre, Brasil.Métodos Foi realizado um exame oftalmológico compreendendo biomicroscopia com lâmpada de fenda, mapeamento de retina e ultrassonografia ocular. Os pacientes foram classificados de acordo com o status fácico e a doença retiniana que acometia o olho de maior gravidade.Resultados Foram atendidos 138 pacientes. A média de idade foi de 51,3 anos. A distribuição de diabetes foi de 35,3% […]

Medidas comportamentais e eletrofisiológicas do processamento auditivo em traumatismo craniencefálico após treinamento auditivo acusticamente controlado: estudo de longo prazo

Carolina Calsolari Figueiredo, Adriana Neves de Andrade, Andréa Tortosa Marangoni-Castan, Daniela Gil, Italo Capraro Suriano

DOI: 10.1590/S1679-45082015AO3379

RESUMOObjetivoInvestigar a eficácia de longo prazo do treinamento auditivo acusticamente controlado em indivíduos adultos após traumatismo craniencefálico.Métodos Foram estudados seis indivíduos audiologicamente normais com idades entre 20 e 37 anos, que sofreram traumatismo craniencefálico grave com lesão axional difusa, submetidos a um programa de treinamento auditivo acusticamente controlado aproximadamente um ano antes. Foram comparados os resultados obtidos nas avaliações comportamental e eletrofisiológica do processamento auditivo imediatamente após o treinamento auditivo acusticamente controlado e a reavaliação, um ano após.Resultados Quanto ao […]

1 2 3