Volume 10, Número 1, janeiro/março 2012

Compliance e liderança: a suscetibilidade dos líderes ao risco de corrupção nas organizações

Renato Almeida dos Santos, Arnoldo José de Hoyos Guevara, Maria Cristina Sanches Amorim, Ben-Hur Ferraz-Neto

DOI: 10.1590/S1679-45082012000100003

No campo da gestão organizacional, o termo “compliance” designa o conjunto de ações para mitigar o risco e prevenir corrupção. Os programas são compostos por sistemas de controles formais, códigos de ética, ações educativas, ouvidorias e canais de denúncia – para citar os mais recorrentes, que variam de acordo com o setor, a cultura institucional e a estratégia. A liderança tem papel fundamental no processo de compliance, não apenas pelo poder de implementá-lo, mas precisamente por exercer o poder, em […]

Monitoramento por imagem de ressonância magnética do crescimento tumoral no modelo C6 de glioblastoma com perspectivas de avaliação da terapia de magnetohipertemia

André César da Silva, Francisco Romero Cabral, Javier Bustamante Mamani, Jackeline Moraes Malheiros, Roberson Saraiva Polli, Alberto Tannus, [...]

DOI: 10.1590/S1679-45082012000100004

Objetivo:Estabelecer um padrão de crescimento tumoral (volume) em ratos Wistar submetidos ao modelo C6 de glioblastoma multiforme por meio de imagens de ressonância magnética para posterior verificação de redução de volume tumoral com a terapia de magnetohipertermia.MÉTODOS:Para o modelo C6, utilizamos ratos Wistar, machos, jovens, pesando entre 250 e 300 g. Após anestesiados (cetamina 55 mg/kg e xilazina 11 mg/kg) foram injetadas estereotaxicamente células tumorigênicas linhagem C6 suspensas em meio de cultura (10(5) células em 10 µL) no córtex frontal […]

O perfil epidemiológico do Centro de Terapia Intensiva Pediátrico do Hospital Israelita Albert Einstein

Camila Sanches Lanetzki, Carlos Augusto Cardim de Oliveira, Lital Moro Bass, Sulim Abramovici, Eduardo Juan Troster

DOI: 10.1590/S1679-45082012000100005

Objetivo:Traçar o perfil epidemiológico de pacientes admitidos no Centro de Terapia Intensiva Pediátrico do Hospital Israelita Albert Einstein no período de 1 ano.MÉTODOS:Os dados foram coletados retrospectivamente de todos pacientes admitidos no Centro de Terapia Intensiva Pediátrico durante o ano de 2009. A extração dos dados contidos nos 433 prontuários revisados foi realizada do sistema DATAMARTS e analisada com o programa estatístico STATA, versão 11.RESULTADOS:Não houve diferença significativa para gênero, e a faixa etária predominante foi de 1 a 4 […]

Escore de Apgar e mortalidade neonatal em um hospital localizado na zona sul do município de São Paulo

Tatiana Gandolfi de Oliveira, Paula Vieira Freire, Flávia Thomé Moreira, Juliana da Silva Bemfeito de Moraes, Raquel Coris Arrelaro, Sarah Rossi, [...]

DOI: 10.1590/S1679-45082012000100006

Objetivo:Correlacionar o escore de Apgar e a mortalidade neonatal e suas causas em um hospital localizado na zona Sul do município de São Paulo.MÉTODOS:Estudo retrospectivo por análise de prontuário (n=7.094), de todos os recém-nascidos vivos, no período de 2005 a 2009, com dados referentes até os 28 dias de vida, quanto a peso, escore de Apgar, sobrevida e causa de mortalidade. Os casos foram analisados pelo teste do X² (p < 0,05).RESULTADOS:Nos 7.094 nascimentos, houve 139 óbitos, 58,3% na primeira [...]

Trauma pediátrico devido a acidente veicular em via de grande tráfego

Israel Figueiredo Junior, Mauricio Vidal de Carvalho, Glaucia Macedo de Lima

DOI: 10.1590/S1679-45082012000100007

Objetivo:Caracterizar o perfil dos atendimentos pediátricos por trauma e verificar a chance de ocorrência de trauma em uma rodovia de alto fluxo de veículos.MÉTODOS:Estudo de coorte descritivo dos dados armazenados nos boletins de atendimentos realizados por grupo de resgate pré-hospitalar da Ponte Rio-Niterói, uma via de grande tráfego, no Rio de Janeiro. Estatística descritiva foi aplicada utilizando-se a frequência simples e percentual, verificando-se o risco estimado de “trauma” em crianças < 12 anos, por meio de odds ratio, com intervalo [...]

Avaliação do risco cardiovascular de indivíduos portadores de hipertensão arterial de uma unidade pública de saúde

Evandro José Cesarino, André Luiz Gomes Vituzzo, Julliane Messias Cordeiro Sampaio, Danilo Avelar Sampaio Ferreira, Heloísa Andrião Ferreira Pires, Luiz de Souza

DOI: 10.1590/S1679-45082012000100008

Objetivo:Identificar o risco cardiovascular, por meio do escore de risco de Framinghan, em uma amostra de hipertensos de uma unidade pública de saúde.MÉTODOS:A casuística foi constituída por hipertensos, segundo critérios do JNC VII, 2003, de 2003, dentre 1.601 acompanhados no ano de 1999 no Ambulatório de Cardiologia e Hipertensão Arterial do Centro Saúde Escola da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo. Os pacientes foram selecionados por sorteio, com idade acima de 20 anos, ambos os […]

Tempo transcorrido entre o início dos sintomas e o diagnóstico de endometriose

Tânia Mara Vieira Santos, Ana Maria Gomes Pereira, Reginaldo Guedes Coelho Lopes, Daniela De Batista Depes

DOI: 10.1590/S1679-45082012000100009

Objetivo:Avaliar o tempo transcorrido entre o início dos sintomas e o diagnóstico de endometriose em pacientes acompanhadas no ambulatório de Endometriose e Dor Pélvica Crônica do Hospital do Servidor Público Estadual de São Paulo “Francisco Morato de Oliveira”, entre janeiro de 2003 e novembro de 2009.MÉTODOS:Em estudo analítico retrospectivo foram avaliadas 310 mulheres com endometriose confirmada cirurgicamente e por exame anatomopatológico no período de 06 de janeiro de 2003 a 29 de novembro de 2009. Os dados foram obtidos por […]

Estado nutricional e consumo alimentar de pacientes com psoríase dos tipos sistêmica e artropática sistêmica associada

Marina Yazigi Solis, Nathalia Stefani de Melo, Maria Elisa Moschetti Macedo, Fabiana Prata Carneiro, Cid Yazigi Sabbag, Antonio Hebert Lancha Junior, [...]

DOI: 10.1590/S1679-45082012000100010

Objetivo:Identificar o estado nutricional e o consumo alimentar de indivíduos com psoríase sistêmica e artropática associada.MÉTODOS:Pesquisa exploratória e transversal, na qual avaliaram-se 34 homens, de 19 a 60 anos, atendidos em um Centro de Psoríase, separando-os em Grupo PS (com psoríase sistêmica) e Grupo PAS (com sistêmica mais artropática). A avaliação nutricional deu-se pelo emprego da antropometria; bioimpedância e plestimografia de corpo inteiro. Aspectos clínicos e nutricionais foram investigados pela anamnese clínica, nutricional e recordatório de 24 horas. Empregou-se o […]

1 2 3