43 results

Ventilação não invasiva em crianças com insuficiência respiratória aguda – uma revisão sistemática

Carolina Silva Gonzaga, Dafne Cardoso Bourguignon da Silva, Carolina Figueira Rabello Alonso, Carlos Augusto Cardim de Oliveira, Lara de Araújo Torreão, Eduardo Juan Troster

DOI: 10.1590/S1679-45082011RW1714

RESUMO Objetivo: Avaliar o papel da ventilação não invasiva no tratamento de crianças com insuficiência respiratória aguda. Métodos: Revisão sistemática da literatura sobre ventilação não invasiva nas bases MEDLINE, LILACS, EMBASE e Cochrane, além de referências de artigos. Os desfechos avaliados foram resposta sobre a oxigenação e ventilação sanguínea, e a sobrevida dos pacientes. Resultados: Foram encontrados 120 estudos sobre ventilação não invasiva até Maio de 2010. Destes, apenas 19 eram sobre ventilação não invasiva em crianças. Já há ensaios […]

Diagnóstico de dores do crescimento em uma população pediátrica brasileira: uma investigação prospectiva

Luciana Pereira Almeida de Piano, Ricardo Prado Golmia, Andrea Pimentel Fonseca Golmia, Adriana Maluf Elias Sallum, Lucia Akemi Nukumizu, Damião Guedes Castro, [...]

DOI: 10.1590/S1679-45082010AO1692

RESUMO Objetivo: Estabelecer os aspectos clínicos de dores do crescimento e determinar, por meio de diagnóstico diferencial, quantos pacientes com essas dores foram espontaneamente a uma clínica especializada e obtiveram o diagnóstico de dores de crescimento. Métodos: Este estudo analisou prospectivamente a presença de dores do crescimento em uma população de crianças e adolescentes com sinais e sintomas (dores nos membros inferiores) de etiologia desconhecida. Resultados: Foram avaliados 345 crianças e adolescentes; 174 (50,4%) eram do sexo masculino e 171 […]

Análise bidimensional da assimetria da marcha na hemiplegia espástica

Marise Bueno Zonta, Amancio Ramalho Júnior, Regina Maria Ribeiro Camargo, Fabiano Hessel Dias, Lúcia Helena Coutinho dos Santos

DOI: 10.1590/s1679-45082010ao1678

RESUMOObjetivo:Medidas simples para mensuração da marcha na rotina clínica podem ser úteis quando os sistemas complexos para a análise da marcha não estão disponíveis. O objetivo deste estudo foi quantificar a assimetria na marcha de crianças com hemiplegia espástica por meio de uma análise bidimensional por videografia e relacionar a assimetria à função motora.Métodos:Vinte e quatro crianças com paralisia cerebral do tipo hemiplégica espástica (19 do sexo masculino, 5 feminino; média de idade de 49 meses [± 5 meses], variando […]

1 3 4 5